Nissan substitui a Renault na Fórmula E

compartilhar
comentários
Nissan substitui a Renault na Fórmula E
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
11 de out de 2017 16:26

Empresa japonesa entra no lugar da parceira francesa, sendo que e.dams deverá manter operações nas próximas temporadas

Sebastien Buemi, Renault e.Dams
Sebastien Buemi, Renault e.Dams
Sebastien Buemi, Renault e.Dams
Sebastien Buemi, Renault e.Dams
Nicolas Prost, Renault e.Dams

O Motorsport.com apurou que já foi tomada a decisão para que a Nissan substitua a Renault na Fórmula E.

No início do ano, o Motorsport.com revelou que a aliança entre Renault e Nissan estava discutindo para ver qual seria a melhor forma de operar o programa de automobilismo das duas fabricantes.

Múltiplas fontes confirmaram que a união, uma das maiores do setor automotivo, autorizou a chegada da Nissan à categoria de carros elétricos.

Mike Carcamo, chefe do braço esportivo da Nissan, a NISMO, visitou a equipe Renault e.dams e a FIA durante o teste de pré-temporada, em Valência, na semana passada. Ele já estava na Espanha para a etapa do Blancpain que aconteceu no fim de semana anterior, em Barcelona.

A Nissan é uma das maiores vendedoras de carros elétricos no planeta e é a opção ideal para manter presença na Fórmula E.

A categoria não tem representantes de fabricantes japonesas no momento, mas o diretor executivo, Alejandro Agag, disse ao Motorsport.com que espera que isso mude.

Questionado sobre Nissan, Toyota e Honda, Agag disse: “Uma das três, talvez as duas acabem entrando.” No entanto, ele se recusou a comentar qual fabricante seria e quando isso aconteceria.

A Honda já expressou interesse na Fórmula E, mas minimizou as possibilidades em um curto prazo, já que está focada em seu programa de motores na F1.

A Toyota, que revê sua participação no Mundial de Endurance, já entrou em contato anteriormente com a Fórmula E, mas nunca expressou formalmente seu desejo em competir.

Espera-se que o anúncio oficial da Nissan não aconteça tão já. A possibilidade é grande que isso aconteça no Salão de Genebra do ano que vem, em março.

A Renault e.dams lançou seu carro de 2017/2018, o ZE17, no mês passado, em um evento em Paris.

A mudança traria a Nissan para uma posição de destaque em um campeonato de ponta pela primeira vez desde que interrompeu o fracassado projeto na LMP1, no fim de 2015. Isso também permitiria a Renault a se concentrar em seu programa de F1.

Isso também significa que a fabricante mais bem sucedida da história da Fórmula E deixará a categoria.

A Renault fez parceria com a e.dams para a temporada de 2015/2016, vencendo os campeonatos de pilotos e equipes. A e.dams é a dona da inscrição da Fórmula E e deverá continuar como responsável pelas operações da equipe. 

Próxima Fórmula E matéria
Turvey volta a liderar teste em Valência; Di Grassi é 8º

Previous article

Turvey volta a liderar teste em Valência; Di Grassi é 8º

Next article

Circuito de Santiago da F-E é revelado com demo de Salazar

Circuito de Santiago da F-E é revelado com demo de Salazar
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias