Por ajuda, Nelsinho Piquet promete cartão de crédito a Bruno Senna

compartilhar
comentários
Por ajuda, Nelsinho Piquet promete cartão de crédito a Bruno Senna
Sam Smith
Por: Sam Smith
Traduzido por: Erick Gabriel
29 de jun de 2015 11:42

O campeão da primeira edição da Fórmula E agradeceu ao compatriota pelo fato de ter segurado Buemi nas últimas voltas.

Bruno Senna, Mahindra Racing
Nelson Piquet Jr., China Racing
Nelson Piquet Jr., China Racing
Nelson Piquet Jr., China Racing
Nelson Piquet Jr., China Racing

Um Senna ajudando um Piquet a se tornar campeão mundial parecia uma fábula. Mas desde ontem, virou realidade. Nelsinho Piquet se consagrou como o primeiro campão da Fórmula E por méritos próprios, mas contou com uma ajuda extra no fim da etapa de Londres. Sébastien Buemi, o grande adversário de Nelsinho, pressionou bastante Bruno Senna pela quarta posição. Caso fizesse a manobra, o título ficaria nas mãos do piloto suíço.

Quando Bruno falava ao Motorsport.com, contando como foi o embate com o postulante ao título, Nelsinho apareceu, vindo da coletiva de imprensa e reconheceu a importância de Bruno ter segurado o ímpeto de Buemi: "Obrigado, cara! Vou te dar meu cartão de crédito mais tarde para você comprar algumas cervejas."

E Senna respondeu: "Não se preocupe, mas me dê aquele seu cartão sem limites", brincou.

Após receber o agradecimento de Piquet, Bruno declarou que o sufoco vivido nas últimas voltas poderia ser menor se estivesse pista livre: "Eu tinha muita energia, mas os carros à minha frente estavam travando as disputas também e eu não conseguia me afastar do Buemi."

E ele continuou: "Na verdade, escolhemos a configuração errada para ultrapassagens e numa pista como essa, as coisas ficaram ainda mais difíceis. Eu estava atrás do Loic Duval, que estava poupando energia, quando houve um contato, que foi sem querer, já que não eu não tive culpa por ele estar tão lento."

Em seguida, Bruno explicou: "Loic estava nervoso, mas depois nós conversamos e agora está tudo bem."

Acordo com Piquet era de "apenas cinco provas"

Nelsinho Piquet venceu por apenas um ponto de diferença, mas após a prova que lhe deu o título, ele admitiu que a China Racing não aspirava grandes pretensões e que ele esperava um pódio, no máximo.

"Quando assinei o contrato, que inicialmente eram de cinco provas, não estávamos prontos e isso se refletiu no início do campeonato", disse. "Mas trabalhamos muito duro e me adaptei bem ao carro. Temos uma grande equipe, trabalhamos muito, investimos nosso tempo nisso e valeu a pena."

Piquet venceu duas provas no campeonato, em Long Beach e Moscou, além de conseguir pódios em Mônaco, Punta Del Este e Buenos Aires

Próxima Fórmula E matéria
Nelsinho Piquet é campeão da Fórmula E com ajuda de Bruno Senna

Previous article

Nelsinho Piquet é campeão da Fórmula E com ajuda de Bruno Senna

Next article

Horner: “Fórmula E é mais concorrente da GP3 do que da F1”

Horner: “Fórmula E é mais concorrente da GP3 do que da F1”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Evento ePrix de Londres
Localização Streets of London
Pilotos Nelson Piquet Jr. , Bruno Senna
Autor Sam Smith
Tipo de matéria Últimas notícias