Surpresa com erro, ABT Audi se desculpa com di Grassi

Equipe de Lucas di Grassi revela que ainda não encontrou origem do erro que levou brasileiro a ser desclassificado do ePrix do México e perder vitória conquistada na pista

A ABT Audi, equipe de Lucas di Grassi, diz que ainda não encontrou o erro que fez com que o brasileiro, que venceu na pista o ePrix do México, fosse desclassificado após a corrida. Os comissários fizeram a vistoria no carro de di Grassi, que estava 1,8kg abaixo do peso mínimo, que é de 888 kg (incluindo o piloto).

"O carro foi pesado várias vezes aqui no México e estava acima do peso mínimo em todas as oportunidades. Como não fizemos nenhuma alteração, não temos explicação para o que aconteceu após a prova. Vamos tentar encontrar a origem do que levou a isso”, disse Hans-Jürgen Abt, chefe da equipe do brasileiro.

Com isso, di Grassi saiu do México zerado e perdeu a chance de assumir a liderança do campeonato. De quebra, o vice-líder do campeonato viu a vantagem de Sébastien Buemi, que herdou o segundo lugar na prova após a desclassificação do brasileiro, aumentar para 22 pontos.

Após o anúncio da punição, a ABT Audi revelou que não iria recorrer, reconhecendo o erro que custou pontos preciosos ao brasileiro.

"Por enquanto, só podemos pedir desculpas a Lucas. Ele fez uma grande corrida e venceu de maneira convincente, mas acabou privado de uma justa recompensa. Faremos o possível para compensar este erro e permitir que Lucas volte à briga pelo título", completou Abt.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Evento ePrix do México (2016)
Pista Autodromo Hermanos Rodriguez
Pilotos Lucas di Grassi
Tipo de artigo Últimas notícias