Time de F1 da Mercedes irá colaborar com projeto na F-E

compartilhar
comentários
Time de F1 da Mercedes irá colaborar com projeto na F-E
Por: Glenn Freeman
17 de mai de 2018 12:57

Chefe da equipe, Toto Wolff diz que quer combinar conhecimento de todas as bases competitivas da fabricante no novo projeto

Mercedes logo on the team motorhome
Mercedes-Benz F1 W08 in the garage
The nose and front wing detail of Lewis Hamilton, Mercedes-Benz F1 W08 in the garage
Logos on the car of Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1, climbs into his car

A Mercedes revelou os primeiros detalhes de sua entrada na Fórmula E em 2019. Seu novo time receberá o apoio de sua equipe de Fórmula 1, atual tetracampeã do mundo. A fabricante alemã deixará o DTM no final de 2018 para se concentrar no campeonato dos carros elétricos.

A Mercedes desenvolverá seu motor de Fórmula E em sua base de motores Brixworth, que foi responsável por sua unidade de potência da Fórmula 1 dominante nos últimos anos. Porém ela agora “expandirá seu escopo de atenção para incluir os desafios únicos da Fórmula E”.

O novo time também receberá apoio de sua operação da F1 em Brackley, e suas operações na pista serão executadas pela sua parceira de longa data, a HWA, que entra na Fórmula E com a equipe Venturi na próxima temporada.

"O know-how combinado da família Mercedes em Affalterbach (HWA), Brixworth e Brackley fornece as bases perfeitas para a nossa nova equipe Mercedes EQ Formula E", disse o chefe de automobilismo da Mercedes, Toto Wolff.

“Não consigo imaginar uma combinação melhor para assumir esse tipo de projeto. A Fórmula E é um campeonato único com alguns desafios muito específicos para suas equipes.”

“Sabemos que o nível de competição é extremamente alto e abordaremos o desafio com energia e humildade.”

"Não pode haver outra abordagem quando enfrentamos dez fabricantes competitivas, muitas das quais têm anos de experiência no campeonato."

A Mercedes acredita que a experiência adquirida em sua divisão ‘High Performance Powertrains’, do projeto híbrido da F1, “será a base do projeto técnico da Fórmula E”.

Ela acrescentou que o seu trabalho no sistema de recuperação de energia (ERS) da F1 “levou a um rápido aprendizado interno em torno de hardware, incluindo motores elétricos de alta potência e os sistemas de implantação associados que otimizam a entrega de energia híbrida nas corridas".

Próxima Fórmula E matéria
Por que, mesmo modesto, time de Massa na F-E tem potencial

Previous article

Por que, mesmo modesto, time de Massa na F-E tem potencial

Next article

Riade fecha acordo de dez anos para receber a Fórmula E

Riade fecha acordo de dez anos para receber a Fórmula E
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Glenn Freeman
Tipo de matéria Últimas notícias