Vandoorne: telefonema de Wolff gerou convite à F-E

compartilhar
comentários
Vandoorne: telefonema de Wolff gerou convite à F-E
Por: Alex Kalinauckas
Co-autor: Andrew van de Burgt
Traduzido por: Bruno Ferreira
17 de out de 2018 17:12

Piloto da McLaren na F1, Stoffel Vandoorne revelou que foi Toto Wolff quem lhe perguntou se havia interesse em se juntar à equipe HWA da Fórmula E, associada à Mercedes, onde irá correr na temporada de 2018/2019.

Stoffel Vandoorne, HWA Racelab, VFE-05
Stoffel Vandoorne, HWA Racelab
Stoffel Vandoorne, HWA Racelab
Stoffel Vandoorne, HWA Racelab, VFE-05

A saída de Vandoorne da McLaren foi anunciada no começo de setembro, e o piloto explicou que o chefe da Mercedes entrou em contato no mesmo mês para sondar a possibilidade com a HWA.

“Tive o primeiro contato em setembro, eu diria. Na verdade eu tive um telefonema com Toto, e ele perguntou se eu estaria interessado em me juntar à HWA da Fórmula E, e eu nem tive que pensar sobre isso.”

“A HWA, como equipe, foi extremamente bem no passado e no último fim de semana ela venceu também o campeonato do DTM. Então, há muita gente talentosa por lá.”

“E os planos para o futuro pareciam muito empolgantes, então, quando tive a chance de me juntar à Fórmula E com a HWA e sabendo o que o futuro reserva, não tive de pensar duas vezes.”

Vandoorne conseguiu completar somente 13 voltas em seu primeiro dia de testes para a temporada de 2018/2019, que acontecem em Valência, na Espanha. O belga foi atrapalhado por um problema na bateria, que o impediu de andar na sessão da tarde.

O piloto reconheceu que tais problemas já eram previstos, sendo que ele também perderá o último dia da bateria, já que viajará aos Estados Unidos para competir no GP de F1 em Austin.

 “Tive dois dias com o carro antes de chegar até aqui, então eu meio que já tenho a sensação do que o carro está fazendo, como tudo está se comportando. Obviamente, foi um pouco difícil para nós – perdemos muita quilometragem devido a alguns problemas”, comentou.

“Mas acho que sempre será assim. A equipe é completamente nova, há muita coisa para solucionar, e a meta para o teste é ter tudo funcionando corretamente no aspecto operacional e garantir que teremos todos os procedimentos corretos para, tomara, termos um bom conjunto na primeira corrida em Riade.”

Next article
Félix da Costa lidera dia em Valência; Di Grassi “vence” simulação

Previous article

Félix da Costa lidera dia em Valência; Di Grassi “vence” simulação

Next article

Perto da Toro Rosso, Albon deixa testes da Fórmula E

Perto da Toro Rosso, Albon deixa testes da Fórmula E
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Pilotos Stoffel Vandoorne
Equipes HWA AG
Autor Alex Kalinauckas
Tipo de matéria Últimas notícias