Vergne diz que Bird está "tentando encontrar desculpas"

compartilhar
comentários
Vergne diz que Bird está
Por: Alex Kalinauckas
13 de jul de 2018 21:14

Francês não acredita que a mudança no traçado do ePrix de Nova York o favoreça na disputa pelo título da Fórmula E

Sam Bird venceu as duas corridas em Nova York na temporada passada, mas explicou que as mudanças no traçado de Brooklyn para o evento deste ano, que fizeram a pista quase meio quilômetro mais longa, "não vão ajudar" sua equipe.

Mas Jean-Eric Vergne disse que ainda espera que seu principal rival pela busca do título seja rápido na “Big Apple”.

"Acho que ele está tentando encontrar desculpas", disse Vergne ao Motorsport.com. "O carro deles foi bom durante todo o ano, não há uma única pista em que eles estivessem lentos, então espero que eles ainda sejam rápidos aqui".

"Não importa que haja três novas curvas.”

“Com certeza, a corrida de sábado será muito longa, muito difícil na temperatura da bateria e também na economia de energia.

“Uma das minhas maiores fraquezas no passado na Fórmula E era o gerenciamento de energia, que agora se tornou minha maior força.”

"Então, estou ansioso para a corrida de sábado, que será interessante."

Bird diminuiu a diferença na classificação de Vergne a 23 pontos, com o segundo lugar em Zurique.

Vergne se classificou em 17º na Suíça, depois de participar do primeiro no primeiro grupo nas eliminatórias.

O piloto da Techeetah não deu uma justificativa precisa para sua fraca classificação em Zurique, onde afirmou ter sofrido com a aderência, mas voltou a atacar na corrida, mas explicou que talvez tivesse estado muito concentrado em selar o título mais cedo.

"Fiquei frustrado depois da corrida", disse ele na coletiva de imprensa antes do evento em Nova York.

“Percebi que queria ganhar o campeonato lá e talvez fosse um pouco difícil demais. Então, agora eu não tenho mais essa pressão, é esse fim de semana ou nunca.”

Bird exaltou a consistência que ele e Vergne demonstraram até agora nesta temporada, mas avalia que o piloto da Audi, Lucas di Grassi, teria feito parte da luta pelo título se não tivesse ido tão mal no início da temporada.

“Para ser brutalmente honesto, se o carro de Lucas não quebrasse tantas vezes no começo do ano, ele estaria aqui, não há dúvidas sobre isso.”

"Então, Lucas também estaria aqui, mas eu acho que é um crédito para nós, estamos aqui porque fomos os mais consistentes.”

"Vergne está aqui como o líder do campeonato porque ele fez um trabalho impressionante. E eu estou sentado aqui também, então eu devo ter feito algumas coisas também.”

Próxima Fórmula E matéria
Líder da F-E, Vergne acha que Neymar “está chorando muito”

Previous article

Líder da F-E, Vergne acha que Neymar “está chorando muito”

Next article

Bird: Mudanças na pista de Nova Iorque não nos ajudam

Bird: Mudanças na pista de Nova Iorque não nos ajudam

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Evento Nova York
Pilotos Sam Bird , Jean-Eric Vergne
Autor Alex Kalinauckas
Tipo de matéria Últimas notícias