Vettel admite não ser fã da Fórmula E: “Não é o futuro”

Piloto alemão reconhece popularidade de veículos elétricos, mas diz que categoria ainda não é empolgante tecnicamente

Tetracampeão mundial de F1, Sebastian Vettel admitiu não ser um grande admirador da Fórmula E, categoria de monopostos totalmente elétrica.

Desde que realizou sua primeira corrida, em 2014, a categoria vem ganhando espaço ao atrair pilotos de destaque e diversas fabricantes do setor automotivo, como Renault/Nissan, Audi, Porsche, Mercedes, Jaguar, entre outras.

No entanto, o alemão considera que, em termos esportivos, a Fórmula E ainda não se destaca aos seus olhos. “Para mim, esse não é o futuro”, analisou, em entrevista ao jornal suíço Blick.

“Mobilidade elétrica é atualmente muito popular no mundo, mas qualquer um que seja honesto e se identifique com o automobilismo não pensa muito na Fórmula E.”

“Os carros não são muito rápidos e muitos pilotos que atualmente guiam por lá me dizem que a pilotagem não é muito empolgante”, acrescentou.

A Fórmula E iniciou recentemente sua quarta temporada, em Hong Kong. Em três campeonatos realizados, a categoria teve três campeões diferentes: Nelsinho Piquet, Sebastien Buemi e Lucas di Grassi. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E , Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias