Villeneuve: "não tenho planos no momento"

Jacques Villeneuve diz que não se desligou da Venturi na Fórmula E para disputar outro campeonato; canadense disputou apenas três etapas do campeonato de carros elétricos

Jacques Villeneuve e Venturi anunciaram na semana passada que o canadense não faz mais parte do time e sequer disputa o ePrix de Buenos Aires, próxima etapa da segunda temporada da Fórmula E - na prova da capital argentina, o substituto será Mike Conway.

Villeneuve, que estreava na F-E nesta temporada, andou nas três primeiras provas da temporada e teve resultados nada expressivos: 14º em Pequim, 11º em Putrajaya e a não participação em Punta del Este devido a um acidente que danificou o carro a ponto de não ser possível repará-lo a tempo da corrida.

O canadense, sem um carro para correr no momento, conversou com o Motorsport.com e falou sobre a saída da Venturi e as perspectivas para o futuro.

"Não saí da F-E para correr em outro campeonato, não tenho planos no momento. Tudo aconteceu muito rápido, não tenho nada a acrescentar. Desde que não haja ataques, não tenho do que me defender. Minha situação atual me permite trabalhar em outros projetos. Sou um piloto, meu objetivo é correr", disse.

Villeneuve falou ainda sobre o trabalho dentro da equipe e revelou quando as coisas entre ele e a equipe começaram a dar errado. "Eu estava bastante envolvido no projeto, apresentei uma série de coisas que a equipe passou a adotar. Infelizmente, não estávamos na mesma sintonia, foi isso. Creio que o ponto em que as coisas complicaram foi na pausa de Natal", afirmou.

"Foi uma decisão de ambas as partes. Você deve acreditar na versão oficial da história. Sem isso, todos têm o direito de acreditar no que quiserem. É sempre uma pena não concluir um projeto, especialmente quando acaba tão cedo - uma temporada em que havia muito a fazer ainda. Sequer tive tempo de me adaptar."

Villeneuve sugeriu, por fim, que o acidente em Punta del Este foi a gota d'água para a Venturi tomar a decisão de quebrar o contrato com o canadense.

"Enfrentamos uma série de problemas nas duas primeiras etapas da temporada que limitaram o meu tempo no cockpit. Na terceira etapa, danifiquei uma parte do carro que me impediu de disputar a corrida. Foi uma situação que deixou todos insatisfeitos. Se o relacionamento não é bom, o melhor é cada um trabalhar no próprio projeto. Assim, evita-se confrontos. Isso é tudo", completou

Entrevista por Rene Fagnan

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Pilotos Jacques Villeneuve
Equipes Venturi
Tipo de artigo Entrevista