Carlin resolve não disputar F4 britânica em 2018

Equipe resolveu não disputar o Campeonato Britânico de Fórmula 4 em 2018 para focar em projetos como IndyCar e F2, mas deve voltar em 2019

A equipe Carlin tomou a decisão de se ausentar da Fórmula 4 britânica por causa de seus novos compromissos na IndyCar, bem como seu retorno à Fórmula 2 para 2018 após uma ausência de um ano.

Os projetos estão no topo de seus programas já existentes no Campeonato Europeu de Fórmula 3, Euroformula Open, BRDC British F3 e Indy Lights. Mas deixou a porta aberta para retornar à F4 britânica no próximo ano.

Carlin foi uma das primeiras equipes a se comprometer com a FIA F4 quando a categoria foi introduzida no Reino Unido em 2015, inicialmente como Fórmula MSA.

A equipe conduziu Lando Norris para o título de 2015, antes de repetir a conquista com Max Fewtrell em 16 e Jamie Caroline no ano passado. Ganhou 37 das 90 corridas da F4 britânica (incluindo a Fórmula MSA) realizadas até agora.

Um porta-voz da Carlin disse ao Motorsport.com: "Devido ao aumento do número de programas em que a equipe está envolvida nesta temporada, vamos tirar um ano sabático da British F4 em 2018”.

"Ganhando todos os campeonatos de equipes e pilotos desde o início da categoria em 2015, obviamente estamos muito tristes em perder a temporada de 2018, mas assistiremos com interesse o próximo lote das estrelas da F4 que chegam”.

"Continuaremos a disponibilizar nossos carros de F4 para testes ao longo do ano e em preparação para 2019”.

"Gostaríamos de agradecer aos organizadores da F4 britânica e da Ford Performance pelo seu apoio nas últimas três temporadas e esperamos voltar à categoria no futuro".

Stephen Lickorish

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 4
Equipes Carlin
Tipo de artigo Últimas notícias