Financiamento para Monger atinge meta em menos de um dia

Doações para ajudar tratamento de piloto de 17 anos que perdeu as pernas em acidente da F4 já levantaram mais de £ 480 mil; Button, sozinho, contribuiu com £ 15 mil

O financiamento coletivo criado para ajudar no tratamento de Billy Monger, piloto da F4 inglesa que teve as pernas amputadas após um grave acidente, foi um sucesso. Em menos de um dia de campanha, a meta estabelecida foi amplamente superada.

Monger, de 17 anos, bateu feio durante a rodada realizada em Donington Park, no último domingo (16). Enquanto tentava ultrapassagens, o inglês estava com a visão obstruída e não conseguiu ver o carro de Patrik Pasma parado no meio da pista com problemas mecânicos. Monger acertou em cheio a traseira do rival e demorou mais de 90 minutos para ser removido do veículo em destroços.

Na última quarta-feira, a família de Monger deu os primeiros detalhes sobre o estado de saúde do piloto: ele amputou as duas pernas  logo abaixo do joelho e está sendo mantido em coma induzido. Já o chefe de equipe de Monger na F4, Sven Hunter, iniciou uma campanha de crowdfunding para levantar £ 260 mil (R$ 1.048.436 na cotação atual) em prol do tratamento do adolescente.

Com o apoio de nomes como Lewis Hamilton, Nico Rosberg, Jenson Button e Fernando Alonso, todos campeões de F1, a campanha teve mais de 11 mil doações e, na manhã de quinta-feira, já acumulava mais de £ 480 mil (superior a R$ 1,9 milhão). Button, sozinho, contribuiu com £ 15 mil.

O estado de saúde de Monger é descrito pelos médicos como “crítico, mas estável”. Já Pasma, também envolvido no acidente, não sofreu nenhuma lesão grave. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 4
Pilotos Billy Monger
Tipo de artigo Últimas notícias