Nenhum piloto completa em prova bizarra da F4 em Sepang

Erro em cálculo de combustível fez com que safety car completasse prova sozinho nas preliminares do GP da Malásia

Sepang sediou uma das provas mais bizarras do automobilismo moderno neste sábado, quando nenhum carro conseguiu completar na rodada do campeonato do sudeste asiático da F4.

Com o cronograma das corridas alterado após os problemas nas tampas do sistema de drenagem do circuito, duas provas da F4 aconteceram em sequência, no sábado pela manhã.

Enquanto que a primeira prova se desenrolou sem drama, houve certa descrença quanto ao desfecho da segunda prova, quando os nove carros começaram a ficar sem combustível bem antes do fim.

Vencedor da primeira prova, Daniel Cao parou junto de três outros carros na volta seis de oito programadas. Nesta altura, a direção de prova acionou o safety car, já que havia carros parados em posições perigosas pela pista.

Na última volta, havia apenas Kane Shepherd em ação. Mas, apesar de andar devagar, seu carro também ficou sem combustível na saída da curva 2, o que deixou o safety car solitário para completar a volta.

Shepherd foi declarado vencedor na classificação provisória, com o resultado sendo declarado após sete voltas.

Entende-se que o problema com a falta de combustível foi causado por cálculos errados sobre a gasolina necessária para completar ambas as corridas. Os carros completaram uma prova seguida da outra em vez de serem reabastecidos entre elas.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 4
Tipo de artigo Últimas notícias