Billy Monger é pré-candidato ao “Oscar do Esporte”

Jovem piloto que teve pernas amputadas após acidente na F4 Inglesa concorre ao Laureus como “Melhor Momento Esportivo do Ano”

O automobilismo pode ter mais um representante no prêmio Laureus, considerado o “Oscar do Esporte” mundial. Billy Monger, jovem piloto que perdeu as pernas após um acidente na F4 Inglesa, é um dos pré-candidatos na cateogira “Melhor Momento Esportivo do Ano”.

Em abril, Monger, na época com 17 anos, bateu em cheio em um carro que estava parado no meio da pista durante a etapa de Donington Park. Como consequência, o jovem inglês precisou amputar partes das duas pernas.

Mesmo assim, Monger prosseguiu com sua paixão pelo automobilismo, tendo já retornado a um carro de corridas adaptado e integrando o "projeto Le Mans" para deficientes físicos.

A história de Monger é um dos seis candidatos de setembro à categoria no Laureus. Entre agosto e dezembro, a premiação realizará uma votação por mês, cujo vencedor entrará na lista final que irá concorrer na categoria.

Os concorrentes de Monger são: Man Kaur, uma atleta de 101 anos que competiu nos Jogos Mundiais de Auckland; Bill Conner, que pedalou 3.200 km pelos EUA pela conscientização de doação de órgãos após a morte de sua filha; Lucas Asher, garoto de 11 anos que acertou três arremessos seguidos do meio de uma quadra de basquete; o episódio de solidariedade entre os fãs do Borussia Dortmund e do Mônaco após um atentado que adiou a partida dos clubes; Josh Landmann, que compete em corridas de obstáculos mesmo paralisado da cintura para baixo.

A votação de agosto teve vitória do gesto de Kimi Raikkonen no GP da Espanha de F1. Na ocasião, o finlandês recebeu nos boxes da Ferrari o jovem Thomas Daniel, de 8 anos, que chorou copiosamente nas arquibancadas após o abandono de seu piloto favorito na prova.

A votação prévia para o Laureus 2018 poderá ser feita neste link

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Geral
Tipo de artigo Últimas notícias