Confira dez mais curiosas invasões de pista do automobilismo

compartilhar
comentários
Confira dez mais curiosas invasões de pista do automobilismo
Por: Gabriel Lima
5 de ago de 2015 10:55

Veja lista de situações inusitadas com invasores durante corridas e treinos de categorias internacionais do esporte a motor

Cachorros invadem pista em Curitiba
Rubens Barrichello, Ferrari
Mika Hakkinen, McLaren,Rubens Barrichello, Ferrari, e David Coulthard, McLaren
Rubens Barrichello
The podium: race winner Rubens Barrichello
Pódio: Vencedor Rubens Barrichello
Rubens Barrichello recebe a bandeira quadriculada
Criança invade pista em Curitiba
Gaivotas curtem a chuva

A corrida da Stock Car no último domingo foi bem atípica. Além do grande acidente envolvendo Felipe Fraga, Thiago Camilo, Rafa Matos e Felipe Lapenna, outro ponto deu um destaque diferente à prova. Após a relargada, uma criança entrou na pista após a primeira sessão de curvas. Sem carros ali naquele momento, o garoto conseguiu escapar, pular o muro e voltar para a mata.

Invasões não são constantes no automobilismo, mas de vez em quando elas acontecem. Relembre alguns casos:

Fórmula 1: Alemanha, 2000

Parecia uma corrida normal, até que um francês, ex-funcionário da Mercedes-Benz, entrou na pista para fazer um protesto contra a montadora no antigo trecho da floresta. A corrida foi neutralizada com o Safety Car para que ele fosse retirado do circuito. O louco chegou a até mesmo acenar para um carro da McLaren, que corria de motor Mercedes na época.

Fórmula 1: Grã-Bretanha, 2003

Durante a corrida um fanático religioso Cornelius Horan pulou as grades que separavam o público da pista e entrou com um cartaz na Reta do Hangar de Silverstone enquanto os pilotos passavam. Por sorte ninguém ficou ferido e Cornelius foi detido. Um ano depois, ele invadiria a maratona das Olimpíadas de Atenas, na Grécia, tirando o brasileiro Vanderley Cordeiro de Lima da liderança. Assim como na Alemanha em 2000, Barrichello ganhou esta corrida.

MotoGP: Malásia, 1998

Durante a classificação das 125cc (hoje Moto3) uma cobra entrou no circuito de Johor. Lucio Cecchinello por muito pouco não a acertou, já Gino Borsoi pegou em cheio no pobre animal, que morreu. Confira:

GP2: Turquia, 2008

Durante disputa com Mike Conway, o brasileiro Bruno Senna acabou atropelando um cachorro na pista o que quebrou sua suspensão dianteira e o fez abandonar a prova.

 

Carro destruído de Bruno Senna
Carro destruído de Bruno Senna

Photo by: GP2 Series Media Service

MotoGP: Espanha, 1996

Herói local, Alex Crivillé entrava na liderança na última volta do GP da Espanha. Só que o locutor do autódromo de Jerez de la Frontera havia narrado para a torcida a vitória do espanhol um giro antes. Com isso, uma multidão entrou na pista para comemorar o triunfo sem que a corrida tivesse terminado realmente. Freando ao passar pelo local, o espanhol perdeu terreno e foi passado na última curva por Mick Doohan e ainda caiu e abandonou a prova tentando recuperar a posição.

MotoGP: Austrália, 2013

Durante a classificação, Jorge Lorenzo viu na saída da curva 9 uma sombra à sua frente. Era uma gaivota, espécie comum na pista de Phillip Island pela proximidade com o mar. Rapidamente ele abaixou sua cabeça, com medo de bater na ave. Porém o piloto acertou sua Yamaha em cheio no animal e o matou. No entanto, isso não comprometeu a performance de Jorge, que minutos depois marcaria a pole position após seu time tirar o corpo da pobre gaivota de sua moto.

Fórmula 1: Áustria, 1987

Os treinos para o último GP da Áustria antes da reforma do circuito de Zeltweg foram bem atribulados. Na sexta-feira, Ayrton Senna atropelou um rato com sua Lotus. Momento depois, Stefan Johansson da McLaren acertou um veado.

Fórmula 1: Coreia do Sul, 2013

Com o carro de Mark Webber pegando fogo após ter sido acertado por Adrian Sutil, um carro de serviço entrou na pista. No entanto, os pilotos estavam competindo normalmente quando entraram na reta oposta e viram uma picape branca andando lentamente. Após a imagem assustadora, a direção de provas foi rápida em colocar o Safety Car na pista.

NASCAR: Pocono, 1991

Conhecida pelas várias bandeiras amarelas, a NASCAR se viu obrigada a neutralizar esta prova por um motivo bem diferente: uma galinha na curva 1. Confira:

NASCAR: Phoenix, 2015

Enquanto dava entrevistas antes dos primeiros treinos livres, Kevin Harvick avistou um esquilo próximo à pista. Fiscais do autódromo tentaram capturá-lo, mas o mamífero foi mais rápido. Horas mais tarde o animal não conseguiu ser ágil o suficiente e foi atingido em cheio por Landon Cassil. Infelizmente o esquilo não resistiu aos graves ferimentos causados pela grade do carro de Cassil.

Próxima Geral matéria
Confirmado: corpo de Fangio será exumado na sexta-feira

Previous article

Confirmado: corpo de Fangio será exumado na sexta-feira

Next article

Jorge Lorenzo volta a disputar Race of Champions em 2015

Jorge Lorenzo volta a disputar Race of Champions em 2015
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Geral
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Conteúdo especial