Relembre os dez maiores acidentes do automobilismo em 2015

De decolagens na Indy até “Big Ones” na NASCAR, recorde as grande pancadas deste ano no esporte a motor

O ano de 2015 foi marcado por espetaculares acidentes dentro das pistas no mundo. Confira o top-10 do MOTORSPORT.COM e relembre as maiores batidas desta temporada.

1

Começamos no Brasil. Pedro Piquet capotou nove vezes após receber um toque durante uma corrida da Porsche GT3 Cup em Goiânia.

2

Na última volta das 400 Milhas de Daytona, Austin Dillon voou em direção ao alambrado da pista. O choque fez seu carro se desintegrar. 21 pessoas que estavam na arquibancada ficaram feridas. Nenhum piloto que se envolveu no acidente sofreu nada.

3

Após se tocar com Giovinazzi, Lance Stroll bateu, capotou e inclusive saiu da pista.

4

Na Fórmula Renault 2.0, Ferdinand Habsburg decolou em Silverstone após bater em outro carro.

5

Irmão de Pedro, Nelsinho Piquet também protagonizou um acidente impressionante neste ano. RC Enerson bateu na traseira do carro do brasileiro na Indy Lights em Toronto, e aí...

6

Durante a corrida da Indy disputada em Fontana no fim de junho, Ryan Hunter-Reay e Ryan Briscoe se tocaram e o australiano acabou levando a pior, destruindo a grama da pista californiana.

7

Quem se deu mal pouco antes, nos treinos para a Indy 500, foi Hélio Castroneves. O brasileiro decolou após rodar na saída da curva 1.

8

A pista de Yeongam, na Coreia do Sul, não sedia mais corridas de F1 desde 2013. Neste ano ficamos sabendo que o circuito ainda tem atividade pelo vídeo aqui acima.

9

  Um toque entre os irmãos Flack fez Damien capotar por diversas vezes. Milagrosamente ele sobreviveu ao acidente impressionante em Bathurst, Austrália.

10

Durante a etapa de Curitiba na Stock Car, Thiago Camilo foi acertado por Rafa Matos e em cheio por Felipe Fraga. Apesar do impacto, ninguém saiu fortemente ferido.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Geral
Tipo de artigo Últimas notícias