Revista diz que Schumacher voltou a andar; assessora nega

Revista Bunte publica que alemão agora consegue dar primeiros passos com ajuda da fisioterapeuta, o que é negado pela assessoria

A saúde do heptacampeão de Fórmula 1 Michael Schumacher voltou a ser assunto nesta terça-feira com a publicação de uma reportagem da revista alemã Bunte que noticia os primeiros passos do piloto desde o acidente com esqui há dois anos. Mas a assessora da família, Sabine Kehm, negou o relatado na reportagem.

A Bunte estampa em sua capa que “Schumacher pode andar novamente” e conta que, com a ajuda de uma fisioterapeuta, ele dá pequenos passos. Além disso, ainda segundo a revista, o heptacampeão está magro e consegue levantar os braços.

No entanto, como tem sido uma rotina a cada notícia publicada sobre Schumacher, a assessora da família desmentiu as informações. Segundo Sabine Kehm, as alegações são irresponsáveis.  

“Infelizmente, diante de uma recente reportagem nós somos forçados a esclarecer que a alegação que Schumacher pode ser mover não é verdade. Este tipo de especulação é irresponsável. Devido a seriedade de suas lesões, a privacidade é muito importante para Michael. Infelizmente elas dão falsas esperanças para as pessoas evolvidas”, disse.

Diante da resposta da assessoria, a revista Bunte disse que mantém a confiança no que foi publicado e não pretende tirar a edição de circulação.

Michael Schumacher sofreu um acidente de esqui no dia 29 de dezembro de 2013. Desde então, as informações oficiais sobre suas condições clínicas são escassas e controladas pela família. Depois de um longo período internado em coma, o alemão se recupera em casa com auxílio de uma grande equipe de profissionais. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Geral
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags michael schumacher