Super TC2000 segue Fórmula 1 e abole grid girls

Categoria Argentina apenas permitirá atividades das promotoras no paddock e nos boxes das equipes

Depois que a Fórmula 1 anunciou no final de janeiro que não terá mais as tradicionais grid girls no grid de largada de cada GP, uma das principais categorias do automobilismo da Argentina, a Super TC 2000, também modificará o papel dos promotores usuais durante os fins de semana de corrida.

Em uma declaração assinada por Antonio Abrazian, presidente da Super TC2000, foi anunciado que "em sintonia com as mudanças sociais na Argentina e no resto do mundo, a Super TC2000 e a TC2000 estabeleceram sua posição para a participação das promotoras em suas atividades".

"Em linha com políticas e ações que foram acordadas em conjunto com equipes, marcas e patrocinadores, seu uso é eliminado para ações estritamente publicitárias".

A categoria indica que incentivará mulheres e homens na realização de funções promocionais "com roupa semelhante à do resto da equipe", enquanto não haverá mais promotoras como fundo das matérias de televisão ou audiovisuais da transmissão oficial, uma tradição do automobilismo argentino.

"Esta decisão não afeta as fontes de trabalho do pessoal atualmente dedicado às funções promocionais, mas também possibilita a criação de novas ações, que envolverão o cliente dentro do evento", acrescentou a declaração.

"Embora de agora em diante a sua participação no pit lane seja proibida, o pessoal das promoções poderá desempenhar as suas funções tanto no paddock como nos boxes".

"Com o objetivo de continuar com a evolução e promover a igualdade de oportunidades para todos os participantes do automobilismo argentino, a Super TC2000 e a TC2000 trabalham nessa linha, mas além de práticas que foram clássicas na atividade como um todo, que já não concordam com as normas sociais atuais", concluiu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Geral
Tipo de artigo Últimas notícias