Derani lidera Barrichello em dobradinha do Brasil em Daytona

compartilhar
comentários
Derani lidera Barrichello em dobradinha do Brasil em Daytona
31 de jan de 2016 19:44

Pipo ultrapassa carro de Rubens Barrichello a duas horas do final das 24 Horas de Daytona e vence nos EUA

Winners Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek, Pipo Derani, ESM Racing celebrate
#2 ESM Racing Honda HPD Ligier JS P2: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek, Pipo Derani takes the win
#2 ESM Racing Honda HPD Ligier JS P2: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek, Pipo Derani
#2 ESM Racing Honda HPD Ligier JS P2: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek, Pipo Derani
Pipo Derani, ESM Racing
#2 ESM Racing Honda HPD Ligier JS P2: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek, Pipo Derani
#2 ESM Racing Honda HPD Ligier JS P2: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek, Pipo Derani
#2 ESM Racing Honda HPD Ligier JS P2: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek, Pipo Derani
#2 ESM Racing Honda HPD Ligier JS P2: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek, Pipo Derani

Em grande corrida, Pipo Derani faturou sua primeira 24 Horas de Daytona na carreira aos 22 anos idade. O piloto paulista desde o início mostrou ter o melhor ritmo. Já na largada ele pulou de segundo para a primeira posição.

Durante a prova, ele lutou principalmente contra os Corvettes #5 e #10, com os quais Christian Fittipaldi e Rubens Barrichello competiram, respectivamente. Fazendo a diferença, ele pegou o carro a duas horas do fim do companheiro Van Overbeek e passou Jordan Taylor (companheiro de Barrichello) para ficar com a vitória por apenas 26s1 ao final do dia. Ao lado de Pipo no carro Ligier Honda LMP2 #2 da Tequila Patron, vieram Van Overbeek, Brown e Scott Sharp dividindo o triunfo.

O carro #10 de Ricky Taylor/Barrichello/Jordan Taylor/Angelelli foi a grande oposição do carro da Tequila Patron no fim da prova. No entanto, um problema no equilíbrio do automóvel fez com que Derani tivesse vantagem no fim. Em terceiro ficou o carro #90 de Dalziel/Goossens/Hunter-Reay.

De fato o Brasil brilhou nesta edição das 24 Horas de Daytona na categoria geral. Top-3 poderia ter três pilotos brasileiros, porém, após um problema no câmbio, o carro #5 de Fittipaldi/Barbosa/Albuquerque/Pruett, que chegou a liderar a prova por bom número de voltas, acabou perdendo seis giros após parar nos pits. Christian acabou ficando em quarto no final.

A prova foi difícil também para Tony Kanaan, que acabou tendo problemas durante a madrugada da prova e perdeu muitas voltas. Para piorar, Kyle Larson, companheiro do brasileiro ao lado de Scott Dixon e Jamie McMurray, acabou batendo no miolo na parte final da corrida. O #02 finalizou em 13º na geral.

O carro futurista DeltaWing se destacou na corrida enquanto esteve na pista. A britânica Katherine Legge chegou a liderar a prova por pouco mais de 20 voltas no início da prova. No entanto, com um acidente entre Andy Meyrick e o #8 de Chris Cumming durante a noite, o carro da Panoz DeltaWing Racing acabou ficando de fora do evento.

Pole position, o Nissan BR01 #37 do quarteto Mediani/Minassian/Aleshin/Ladygin teve problemas de freios e perdeu muito tempo. Eles chegaram 119 voltas atrás.

Na categoria GT, os carros de Augusto Farfus e Daniel Serra finalizaram em quarto e quinto lugares.

Com problemas, Oswaldo Negri no quarteto do carro #60 acabou abandonando após 285 voltas de prova.

Volte em instantes.

Próxima IMSA matéria
Vídeo: DeltaWing acerta protótipo e abandona 24h de Daytona

Previous article

Vídeo: DeltaWing acerta protótipo e abandona 24h de Daytona

Next article

Após inalar fumaça, companheiro de Rubinho é levado a hospital

Após inalar fumaça, companheiro de Rubinho é levado a hospital
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IMSA
Evento 24 Horas de Daytona
Localização Daytona International Speedway
Pilotos Pipo Derani
Tipo de matéria Relato da corrida