Senna se junta a Alonso em equipe para as 24H de Daytona

Brasileiro, campeão da classe LMP2 do WEC, fará parte da equipe United Autosports ao lado de Paul di Resta, Will Owen e Hugo de Sadeleer

O ex-piloto de F1 Bruno Senna é o último grande nome trazido pela United Autosports para as 24 Horas de Daytona, fazendo parte de uma equipe que já conta com Fernando Alonso.

O brasileiro, campeão do WEC na classe LMP2 pela equipe Rebellion, pilotará um dos Ligier JSP217 P2 da equipe anglo-americana no evento do próximo mês.

Senna, de 34 anos, se juntará ao também ex-F1 Paul di Resta e os pilotos regulares do time, Will Owen e Hugo de Sadeleer, na abertura da IMSA, em 27 e 28 de janeiro.

Já o bicampeão da F1 Alonso fará parte de uma equipe de três pilotos, ao lado de Lando Norris e Phil Hanson.

Senna, que participou de quatro etapas da IMSA em 2017, com a Extreme Speed Motorsport, disse: “Estou muito empolgado por me juntar à United Autosports neste desafio para Daytona.”

“É uma equipe incrivelmente vitoriosa e, com a experiência de 2017, um ótimo talento técnico, além de uma formação de pilotos incrivelmente forte, deveremos estar na briga desde o início.”

O chefe da United, Richard Dean, acrescentou: “Bruno será um ótimo valor acrescentado à equipe, porque ele já possui experiência em protótipos e em Daytona.”

“Tivemos nosso tempo para ajustar as formações de pilotos corretas para nossos dois carros, e acho que temos um bom equilíbrio de velocidade, habilidade e experiência para chegar a Daytona pronto para o desafio.”

Senna correu com um ORECA-Gibson 07 pela Rebellion no WEC, mas possui experiência na geração anterior do Ligier em sua campanha de 2016.

As equipes da United se juntarão pela primeira vez no teste oficial pré-corrida, entre 5 e 7 de janeiro. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IMSA
Pilotos Bruno Senna
Equipes United Autosports
Tipo de artigo Últimas notícias