Carlin fica animado após o primeiro teste na IndyCar

compartilhar
comentários
Carlin fica animado após o primeiro teste na IndyCar
David Malsher
Por: David Malsher
Traduzido por: Daniel Betting
23 de jan de 2018 13:28

Proprietário da equipe estreante na IndyCar, Trevor Carlin, disse que foi uma experiência emocionante ver Max Chilton e Charlie Kimball embarcarem no primeiro teste da equipe

Charlie Kimball, Carlin Chevrolet
Max Chilton, Chip Ganassi Racing Honda
Charlie Kimball, Chip Ganassi Racing Honda
Trevor Carlin, Carlin chefe de equipe
Garth Rickards, Carlin

A equipe Carlin andou por cinco horas nesta segunda-feira, Max Chilton pilotou primeiro, antes de entregar o carro a Charlie Kimball, que fará um dia inteiro de testes nesta terça em Homestead. Chilton irá correr dois dias em Sebring na quarta e quinta-feira.

Carlin disse ao Motorsport.com: "Eu estava animado para ser honesto; foi realmente muito emocionante vê-lo sair do pitlane pela primeira vez”.

"Para ser brutalmente honesto com você, os caras fizeram um trabalho incrível com ele, como se estivéssemos usando esses carros há anos. Há muitas coisas para aprender, mas tudo aconteceu de forma normal, então estou realmente muito satisfeito - e entusiasmado com o time".

Carlin disse também que, além de ainda precisar de um engenheiro de dados, a formação da equipe está completa, com Daniele Cucchiarroni - ex-AJ Foyt Racing - como engenheiro de corrida para Chilton e Matt Greasley trabalhando com Kimball. Greasley trabalhou pela primeira vez para Carlin em 2007, mas já tinha experiência de Fórmula 1, F3000 e F3. Mais recentemente, ele tem sido engenheiro de corridas na Indy Lights para a Del Ray.

Geoff Fickling, que dirigiu tanto Gabby Chaves quanto Ed Jones na Lights, também trabalhará com a equipe na IndyCar, "provavelmente" como estrategista.

Carlin elogiou o pacote Chevrolet-Ilmor pela completa ausência de problemas do motor no dia inaugural do esquadrão, dizendo: "Eles foram simplesmente fantásticos, absolutamente atualizados. Fizemos o primeiro teste na quarta-feira passada e tudo correu de acordo com o plano. Havia um monte de novos softwares da Cosworth que precisavam ser programados, mas meus amigos cuidaram de que não havia problemas e os rapazes da Ilmor acabaram de conectar e seguiram com isso. Então estamos 100% felizes com o serviço. Sem falhas, na verdade".

Carlin disse que a equipe perdeu 45 minutos de suas cinco horas apenas ao completar a troca de piloto, mas já tinha completado cerca de 90 voltas no circuito de 3,8 milhas e 11 curvas. O segundo dos novos kits aerodinâmicos universais novos para 2018 chegou à equipe no sábado passado, de modo que ambos os carros estarão em ação para o teste aberto da IndyCar em Phoenix no próximo mês, e também completarão mais dias em Sebring antes da rodada de abertura da temporada em St. Petersburgo.

"Foi um pouco agitado, obviamente - temos uma equipe na oficina construindo o segundo carro e uma equipe aqui", explicou. "Mas, na verdade, não temos tido muito interesse em nossa equipe da Indy Lights até agora, então agora que os carros da Lights estão preparados e prontos para, conseguimos trabalhar mais nos IndyCars.

Próxima IndyCar matéria
Indy prega cautela com introdução do aeroscreen em 2018

Previous article

Indy prega cautela com introdução do aeroscreen em 2018

Next article

Indy muda pontos de classificação e cronograma da Indy 500

Indy muda pontos de classificação e cronograma da Indy 500
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Pilotos Charlie Kimball , Max Chilton
Equipes Carlin
Autor David Malsher
Tipo de matéria Últimas notícias