Carpenter lamenta não ter conseguido atacar Power no final

compartilhar
comentários
Carpenter lamenta não ter conseguido atacar Power no final
Charles Bradley
Por: Charles Bradley
Traduzido por: Daniel Betting
27 de mai de 2018 21:25

Vice-campeão da Indy 500, Ed Carpenter, disse que gostaria de ter atacado o Will Power na relargada, que era sua única chance realista de impedi-lo de vencer a 102ª edição da prova

Ed Carpenter, Ed Carpenter Racing Chevrolet, front row
Ed Carpenter, Ed Carpenter Racing Chevrolet
Ed Carpenter, Ed Carpenter Racing Chevrolet
Start: Ed Carpenter, Ed Carpenter Racing Chevrolet leads
Start: Ed Carpenter, Ed Carpenter Racing Chevrolet leads
Race winner Will Power, Team Penske Chevrolet

Com o segundo lugar, Ed Carpenter conquistou seu melhor resultado na Indy 500, superando sua quinta posição de 2008, tendo iniciado a corrida na pole e liderando de forma convincente na primeira metade da prova. Ele então ficou atrás de Will Power, mas perdeu a chance de atacar após bandeira amarela causada pelo acidente de Sebastien Bourdais.

"Perdemos a liderança em uma das sequências do pit, então teremos que analisar os dados e para tentar encontrar uma volta ruim", disse. "Achei que as paradas dos caras foram ótimas, o tempo todo, houve uma volta em que eu peguei uma sequência estranha de tráfego e isso é tudo”.

“A posição de pista era muito crítica. Todo mundo estava economizando combustível, e os caras estavam me dizendo que Will e Simon [Pagenaud] estavam fazendo uma volta melhor do que eu naquele momento”.

“Na primeira relargada que fiz atrás dele [Power] eu acho que poderia ter passado, e eu fiquei tipo 'eu vou sentar aqui e economizar combustível'. E então nós tivemos todas aquelas bandeiras amarelas.”

Power dominou os estágios finais da corrida, uma vez que os pilotos que estavam apostando em uma estratégia de combustível haviam parado ou recuado para economizar combustível para chegar no final - o mais forte deles era Scott Dixon.

"Em alguns dias, vou me sentir melhor com esse resultado", acrescentou Carpenter. “Eu ainda estou extremamente orgulhoso de toda a equipe Ed Carpenter Racing. Nós éramos um dos dois caras mais consistentes, dia após dia. Gostaria que meus companheiros de equipe pudessem estar lá em cima também, mas já faz um tempo desde meu último top 5 aqui, então é bom terminar em uma boa posição.”

“Fico realmente feliz por Will, ele e eu conversamos bastante. Quando ele veio aqui pela primeira vez depois da unificação, ele odiava circuitos ovais, e agora ele os ama. Ele e eu adoramos correr juntos... Algum dia ele pode pilotar para mim”, concluiu.

Next article
Power vence 102ª Indy 500; Kanaan e Helio abandonam

Previous article

Power vence 102ª Indy 500; Kanaan e Helio abandonam

Next article

Power: “Nunca pensei que ganharia na frente de tanta gente”

Power: “Nunca pensei que ganharia na frente de tanta gente”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Evento Indy 500
Localização Indianapolis Motor Speedway
Pilotos Ed Carpenter
Autor Charles Bradley