Castroneves quer "caçar" líder em Pocono

Ocupando a quarta colocação, 58 pontos atrás de Juan Pablo Montoya, brasileiro promete dar tudo de si para se aproximar da liderança

Muitas vezes Hélio Castroneves passou do papel de caça a caçador na hora da decisão de um campeonato da Indy. Em 2015 ele aparece numa situação diferente, em que precisa tomar decisões mais ousadas para buscar a pontuação do líder, que neste caso é o seu companheiro de Penske, Juan Pablo Montoya. Hoje, o colombiano tem 465 pontos, contra 407 do brasileiro. Entre os dois estão Graham Rahal e Scott Dixon, com 456 e 431, respectivamente.

"Estivemos numa situação dessas antes, mas antes éramos a caça, não os caçadores. Não tenho nada a perder, só a ganhar."

Mas para conseguir almejar algo, convém utilizar o melhor método:"Agora é pura estratégia. Temos que ter uma chance. Você não pode ser conservador."

"Se você tiver que arriscar a ir para os boxes fora da sequência, você tem que ir. Temos que levar isso em consideração em Pocono, já que é uma prova que pode ter a estratégia do combustível. Nesse momento, temos que fazer acontecer."

Na etapa do ano passado, os sete primeiros colocados fizeram seis pit stops em bandeira verde. Houve apenas uma bandeira amarela durante toda a prova, o que acabou se tornando a corrida de 500 milhas mais rápida da história da categoria. Foram 16 mudanças na liderança entre cinco pilotos diferentes.

A etapa de Pocono da IndyCar acontece no próximo domingo, às 15h30. O treino que define o grid de largada será no sábado, às 15h, horário de Brasília.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Pilotos Helio Castroneves
Equipes Team Penske
Tipo de artigo Últimas notícias