Com uma tarde inspirada, Montoya vence em St. Pete, Kanaan é o terceiro

Colombiano começa o ano na frente e Penske coloca seus quatro carros nas cinco primeira posições

Finalmente a temporada da Fórmula Indy começou e mais uma vez iniciando no circuito de rua de St. Petersburg. E o ano começou muito bem para uma equipe: depois de classificar seus quatro carros nas quatro primeira posições, a equipe confirmou o favoritismo e venceu com Juan Pablo Montoya. O campeão Will Power foi o segundo e Tony Kanaan fechou o pódio, em terceiro.


A corrida até iniciou de forma limpa, mas só até a segunda volta. Em uma confusão, Jack Hawksworth teve que ir aos boxes, pois deixou pedaços de sua carenagem pelo caminho. Isso provocou a primeira bandeira amarela da prova, por conta dos muitos detritos na pista.

Quatro voltas depois a bandeira verde voltou a ser acionada, Montoya que tinha perdido a quarta colocação, recuperou o posto sobre Takuma Sato e Bourdais ganhava a posição de Tony Kanaan.

Na 19ª volta começaram os pitstops, enquanto os carros iam se dirigiam para as suas trocas, acontecia um lance inusitado, envolvendo três carros da equipe Andretti. A piloto convidada Simona de Silvestro em uma manobra complicada, acabou tocando Hunter-Reay, Carlos Muñoz que vinha logo atrás, não conseguiu evitar o toque nos dois que vinham a frente.

Por falar em colombiano, Carlos Huertas, com um problema na suspensão acabou abandonando. Uma volta depois era acionada a segunda bandeira amarela da corrida, mais uma vez por conta de muitos pedaços de carros na pista.

Na relargada, Montoya aprontava de novo, em uma linda ultrapassagem em cima de Pagenaud, o piloto assumia a terceira colocação, enquanto isso, na frente seguia Power e Castroneves.

Na volta 46, Simona em uma barbeiragem acertou em cheio o carro de James Jakes, provocando mais uma bandeira amarela. Bandeira que vieram outras vezes, os pilotos abusaram dos toques.

Já na 82ª volta acontecia o momento crucial da prova, a equipe se atrapalhou no último pitstop de Will Power, fazendo o australiano perder muito tempo, como isso, Montoya assumia a primeira colocação. Mais tarde, Power tentou ultrapassar o colombiano e foi fechado, danificando sua asa dianteira.

Após isso era só administrar até o final, Juan Pablo Montoya venceu a prova seguido por Power, Kanaan, Castroneves e Pagenaud. O piloto baiano da Chip Ganassi se “meteu” entre as Penskes, evitando que a equipe repetisse o treino de classificação, colocando os quatro carros nas quatro primeiras colocações.

Confira o resultado do GP de St. Pete:

1. Juan Pablo Montoya – Penske Chevrolet – 110 voltas
2. Will Power – Penske Chevrolet - +0.993
3. Tony Kanaan – Chip Ganassi Chevrolet - +11.169s
4. Hélio Castroneves – Penske Chevrolet - +11.438s
5. Simon Pagenaud – Penske Chevrolet - + 12.391s
6. Sebastien Bourdais – KV Racing Chevrolet - +16.432s
7. Ryan Hunter-Reay – Andretti Honda - +27.710s
8. Jack Hawksworth – AJ Foyt Honda - +34.921s
9. Luca Filippi – CFH Chevrolet - +38.156s
10. Marco Andretti – Andretti Honda - +38.691s
11. Graham Rahal – Rahal Honda - +40.390s
12. Josef Newgarden – CFH Chevrolet - +51.771s
13. Takuma Sato – AJ Foyt Honda – +52.269s
14. Carlos Muñoz – Andretti Honda - +56.721s
15. Scott Dixon – Chip Ganassi Chevrolet - +59.661s
16. James Hinchcliffe - Schmidt Honda - +1m02.456s
17. Gabby Chaves – Bryan Herta Honda - +1m03.066s
18. Simona de Silvestro – Andretti Honda - +1m03.142s
19. Sage Karam – Chip Ganassi Chevrolet - +1 volta
20. Stefano Coletti – KV Racing Chevrolet - +1 volta
21. Charlie Kimball – Chip Ganassi Chevrolet - +1 volta
22. James Jakes – Schimdt Honda - + 10 voltas
23. Francesco Dracone – Dale Coyne Honda – abandonou
24. Carlos Huertas – Dale Coyne Honda - abandonou

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias