Em erro de Rahal, Wilson vence de forma inesperada no Texas

Filho do lendário piloto Bobby Rahal tocou o muro na penúltima volta, entregando a vitória da sétima etapa da Indy para o inglês da Dale Coyne

Wilson recebe vitória no colo

Justin Wilson recebeu de bandeja a vitória da Firestone 550, em Fort Worth, Texas, sétima etapa do campeonato 2012 da Fórmula Indy. O inglês foi favorecido após Graham Rahal, o até então líder da prova, cometer um erro e entregar a vitória nas mãos do piloto da Dale Coyne. Rahal ainda conseguiu levar seu Ganassi até a segunda colocação. Ryan Briscoe, da Penske, fechou os três primeiros.

Pelo lado dos brasileiros, todos os três tiveram corridas complicadas. Helio e Tony chegaram a brigar pelas primeiras posições no fim da corrida, mas por problemas, completaram em sétimo e 11º, respectivamente. Rubinho, com problema em sua KV, só largou após 180 voltas para ter mais aprendizado em circuitos ovais – nada além disso.

Como foi a corrida:

Rubens Barrichello teve problemas de injeção de combustível em seu DW12 da equipe KV Racing e não largou junto com o pelotão. Os mecânicos da equipe até chegaram a tentar consertar o problema, mas os esforços foram praticamente em vão.

No início da prova, o vencedor das 500 Milhas de Indianápolis Dario Franchitti sofria problemas de aderência na parte traseira de seu Ganassi. O escocês perdeu algumas posições no início até fazer sua primeira parada, onde sua equipe de pit fez modificações de peso aerodinâmico.

Na volta 21, Scott Dixon faz a ultrapassagem sobre  piloto da Bryan Herta Autosport Team Barrucada Alex Tagliani, que era o pole position, e assumiu a ponta. Momentos depois, Tagliani começou a ter problemas de pneus e foi perdendo algumas posições.

A primeira bandeira amarela foi sacada na volta 30. Charlie Kimball, da Ganassi, acho o muro após rodar sozinho. Depois do acidente, todos pararam nos boxes. Lá, novamente a KV Racing novamente teve trabalho: Tony Kanaan ficou muito tempo parado. O macaco pneumático quebrou e os mecânicos não conseguiam erguer o carro. Além disso, a pistola pneumática não aparafusava a roda. Confusão total.

Na volta 50, os 10 primeiros eram: Scott Dixon, Graham Rahal, James Hinchcliffe, Marco Andretti, Ryan Briscoe, Takuma Sato, Eddie Carpenter, Alex Tagliani, JR Hildebrand e Oriol Servia.

Após 65 voltas, Takuma Sato, assim como aconteceu em Indianápolis, encontrou o muro e provocou a segunda bandeira amarela da prova. Neste momento, os brasileiros ocupavam a sétima e 11ª colocações, com Helio e Tony, respectivamente. De mesmo modo como na primeira parada, todos entraram nos pits, mas nas posições da frente, nada foi alterado. Ryan Hunter-Reay ficou parado nos boxes e foi obrigado a abandonar por problemas mecânicos.

Na 100ª passagem, Scott Dixon, James Hinchcliffe, Graham Rahal, Eddie Carpenter, Justin Wilson, Helio Castroneves, JR Hildebrand, Tony Kanaan, Will Power EJ Viso formavam os dez primeiros.

Poucas voltas depois, como não havia bandeira amarela, os pilotos começaram a ter que parar com a prova em andamento. Para se ter uma ideia, na volta 120, Wilson, Carpenter, Kanaan, Tagliani e Pagenaud ocupavam as 5 primeiras posições. Cinco voltas depois, as posições voltaram ao normal com Dixon novamente na liderança.

Na volta 131, EJ Viso teve problemas e liberou mais uma bandeira amarela - a terceira da corrida. Nas paradas de box, foi a vez de Helio Castroneves ter um entrave. O brasileiro da Penske ficou posicionado atrás de Josef Newgarden, que errou o slot e pits e o atrapalhou, fazendo Helinho ter que dar mais uma volta antes de parar.

Na relargada, Hinchcliffe ocupou momentaneamente a liderança da corrida. Dixon mantinha contato e era o segundo. Na volta 150, os dez primeiros colocados da prova texana eram: Scott Dixon, Will Power, Ryan Briscoe, Tony Kanaan, James Hinchcliffe, Eddie Carpenter, Justin Wilson, Alex Tagliani, JR Hildebrand e Helio Castroneves.

Na volta 175, Scott Dixon perdeu a traseira de seu carro e bateu forte no muro. O Neozelandês vinha perdendo rendimento com sua Ganassi e pegou turbulência do carro da frente, abandonando.

Com 45 voltas para o fim, Rubens Barrichello retorna para aprender um pouco mais nos ovais. Mas os brasileiros Tony e Helio ocupavam muito bem a terceira e a quarta colocações.

Na relargada, Tony Kanaan forcou para cima de Will Power e quebrou o bico de seu KV, fato que o forçou a uma parada não programada. Enquanto isso, Helio lutava muito para cima de Ryan Briscoe pela segunda colocação.

Momentos depois, a direção de prova punia Power. Segundo ele, Power movimentou de maneira demasiada defendendo a posição contra Tony. Com isso, Helio herdou a segunda colocação. Mas não durou muito, já que com o passar das voltas foi perdendo posições.

Há dez voltas do fim, Graham Rahal, Justin Wilson, Ryan Briscoe, James Hinchcliffe, JR Hildebrand, Simon Pagenaud, Helio Castroneves, Will Power, Alex Tagliani e James Jakes ocupavam as primeiras colocações.

Só que na penúltima vilta, o impensável acontece, Graham Rahal lambeu o muro do oval texano e perdeu rendimento. O filho de Bobby Rahal entregava ali a vitória da sétima etapa da temporada da Indy nas mãos de Justin Wilson.

O inglês comemorou com zerinhos na pista sua terceira vitória na história da categoria.

A oitava etapa da Fórmula Indy na temporada de 2012 será em West Allis, Wisconsin, para a corrida da Milwaukee Mile - Milwaukee IndyFest presented by XYQ - dia 16 de junho, no próximo fim de semana.

1º. Justin Wilson (ING/Dale Coyne-Honda), 228 voltas
2º. Graham Rahal (EUA/Chip Ganassi-Honda), a 3s9202
3º. Ryan Briscoe (AUS/Penske-Chevrolet), a 5s8619
4º. James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Chevrolet), a 10s4511
5º. J. R. Hildebrand (EUA/Panther-Chevrolet), a 18s7749
6º. Simon Pagenaud (FRA/Schmidt Hamilton-Honda), a 21s3883
7º. Hélio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet), a 1 volta
8º. Will Power (AUS/Penske-Chevrolet), a 1 volta
9º. Alex Tagliani (CAN/BHA-Honda), a 1 volta
10º. James Jakes (ING/Dale Coyne-Honda), a 1 volta
11º. Tony Kanaan (BRA/KV-Chevrolet), a 1 volta
12º. Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet), a 1 volta
13º. Josef Newgarden (EUA/Fisher Hartman-Honda), a 2 voltas
14º. Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi-Honda), a 3 voltas
15º. Katherine Legge (ING/Dragon-Chevrolet), a 4 voltas
16º. Mike Conway (ING/A. J. Foyt-Honda), a 4 voltas
17º. Marco Andretti (EUA/Andretti-Chevrolet), a 6 voltas

Não completaram:
Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi-Honda), na volta 173
Ernesto Viso (VEN/KV-Chevrolet), na volta 129
Oriol Servià (ESP/Dreyer & Reinbold-Lotus), na volta 89
Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Chevrolet), na volta 66
Takuma Sato (JAP/Rahal Letterman-Honda), na volta 64
Charlie Kimball (EUA/Chip Ganassi-Honda), na volta 30
Rubens Barrichello (BRA/KV-Chevrolet), na volta 0
Simona de Silvestro (SUI/HVM-Lotus), na volta 0

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias