Em prova tumultuada, dupla da Ganassi novamente faz 1-2 na Indy

Desta vez Scott Dixon leva a melhor em cima de Dario Franchitti em prova marcada por problemas sérios na pista de Detroit

Scott Dixon vence corrida de Detroit

O neozelandês da Chip Ganassi Scott Dixon venceu a tumultuada sexta etapa do campeonato 2012 da Fórmula Indy nas ruas de Detroit, Michigan. Tony Kanaan foi o melhor brasileiro na corrida e terminou a prova em sexto. Dario Franchitti e Simon Pagenaud fecharam o pódio em segundo e terceiro, respectivamente.

A corrida da Formula Indy neste domingo em Detroit andava morna. Sem nenhuma bandeira amarela até a metade da corrida, dois acidentes revelaram um grave problema no traçado da ‘Belle Isle’: a desintegração da pista.

Tiras de borracha que preenchiam imperfeições entre as placas de concreto se soltaram e abriram enormes buracos no traçado. Com 45 das 90 voltas programadas, a direção de prova decidiu sacar a bandeira vermelha, interrompendo a corrida em detrimento da segurança.

No momento da interrupção, Scott Dixon era o primeiro. O líder do campeonato Will Power era o segundo, Simon Pagenaud o terceiro e dois brasileiro fechavam o top-5: Kanaan em quarto e Helinho em quinto; Barrichello, em fim de semana ruim, já tinha abandonado.

Após muito tempo de conserto da pista, onde substituíram a borracha defeituosa por cimento, os pilotos foram liberados a trocar os pneus, mas mantendo o que eles tinham na hora da interrupção, para poder relargar.

Mas na hora da bandeira verde, uma leve garoa caia sobre Detroit. Pior para Helinho, que rodou sozinho e quebrou o bico de sua Penske, com isso, uma nova amarela foi sacada.

Na relargada a nove voltas do fim, Dario Franchitti deu o pulo do gato e subiu para a segunda colocação. No pelotão de trás, EJ Viso viu todos os pilotos ao contrário após uma rodada com Marco Andretti. Outra bandeira amarela acontecia.

Na sequencia de verde, tudo em ordem para a Ganassi conquistar sua segunda dobradinha seguida na Indy. Dixon invertia a posição de chegada das 500 Milhas de Indianápolis e vencia sua primeira prova desde a corrida de Mid-Ohio ano passado.

Classificação final da prova de Detroit:
1º) Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi-Honda), 60 voltas
2º) Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi-Honda), a 1s9628
3º) Simon Pagenaud (FRA/Schmidt Hamilton-Honda), a 2s4773
4º) Will Power (AUS/Penske-Chevrolet), a 23s5435
5º) Oriol Servià (ESP/Dreyer & Reinbold-Chevrolet), a 9s6619
6º) Tony Kanaan (BRA/KV-Chevrolet), a 10s1676
7º) Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Chevrolet), a 10s6455
8º) Charlie Kimball (EUA/Chip Ganassi-Honda), a 11s1048
9º) Mike Conway (ING/A. J. Foyt-Honda), a 11s5315
10º) Alex Tagliani (CAN/BHA-Honda), a 12s5688
11º) Marco Andretti (EUA/Andretti-Chevrolet), a 24s5855
12º) J. R. Hildebrand (EUA/Panther-Chevrolet), a 25s0071
13º) Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet), a 26s6600
14º) Simona de Silvestro (SUI/HVM-Lotus), a 28s4369
15º) Josef Newgarden (EUA/Fisher Hartman-Honda), a 1 volta
16º) Ryan Briscoce (AUS/Penske-Chevrolet), a 1 volta
17º) Hélio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet), a 1 volta
18º) Ernesto Viso (VEN/KV-Chevrolet), a 1 volta
19º) Graham Rahal (EUA/Chip Ganassi-Honda), a 2 voltas
20º) Takuma Sato (JAP/Rahal Letterman-Honda), abandonou
21º) James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Chevrolet), abandonou
22º) Justin Wilson (ING/Dale Coyne-Honda), abandonou
23º) James Jakes (ING/Dale Coyne-Honda), abandonou
24º) Sébastien Bourdais (FRA/Dragon-Chevrolet), abandonou
25º) Rubens Barrichello (BRA/KV-Chevrolet), abandonou

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias