Em teste de retorno à Indy, Castroneves admite: “senti falta”

Piloto brasileiro realiza treino em Barber para se adaptar a novo carro para corridas em Indianápolis em maio

Hélio Castroneves passou na última terça-feira por um teste de aclimatação ao novo carro da Indy no circuito de Barber, no Alabama. Competindo na equipe da Penske no IMSA neste ano, ele participará do GP de Indianápolis e das 500 Milhas de Indianápolis no mês de maio.

Com a famosa pintura da Pennzoil, Helinho fez sua melhor volta em 68s3155 – apenas 0s3362 mais lenta que a da companheiro de equipe Josef Newgarden e 0s16 atrás de Will Power. Apesar da chuva, o brasileiro disse que gostou do treino.

"Eu senti falta, foi muito divertido", disse ele ao Motorsport.com.

“O teste era para analisar a memória muscular. Claro, sou um piloto de carros esportivos agora, mas você não pode tirar as raízes dos Fórmulas de mim. Eu tenho uma mentalidade IndyCar.”

“A primeira saída foi para aprender o novo carro. É muito diferente do último IndyCar que eu dirigi e é muito rápido. Eu tive que ajustar um pouco do meu estilo de condução em comparação com o ano passado.”

"Eu perdi o controle do carro algumas vezes, para ser honesto, mas fui capaz de recuperar. E por causa do peso menor na traseira, você pode consertar. É muito escorregadio na entrada das curvas, mas fizemos alguns bons ajustes e, no final do dia, estávamos melhor.”

“E as poucas voltas no molhado também foram divertidas. A Chevrolet fez boas mudanças no software, por isso temos boa dirigibilidade. É uma pena que eu não tenha tido mais tempo, mas não teve jeito. A chuva chegou, mas eu sei que havia mais tempo que nós não tivemos a chance de encontrar.”

Apesar de ter apenas meio dia de testes, Castroneves não terá outra chance de treinar antes do primeiro treino do GP de Indianápolis. No entanto, apesar de a pista de Barber ser muito diferente da pista mista de Indy, ele disse que foi um dia útil para aprender e reaprender.

"Independente da pista, foi bom entender as características do novo carro", disse ele, "especialmente ao fazer alterações nele. Tentamos mudanças aerodinâmicas, especialmente na asa dianteira, porque eu precisava ver como o carro reage a vários ajustes”.

"Além disso, há um painel diferente neste ano, e você pode personalizar isso. Então, além do grande corte de downforce, havia muito a aprender.”

“A maior mudança no downforce eu senti nas curvas rápidas. Você precisa pensar nisso como um kart. E isso foi divertido e definitivamente interessante. Eu gostaria que o teste tivesse sido mais longo para nós, mas ainda assim foi um grande dia, um dia útil para mim."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Evento Teste de março em Barber
Pista Barber Motorsports Park
Pilotos Helio Castroneves
Equipes Team Penske
Tipo de artigo Últimas notícias