Em uma final emocionante Montoya vence a Indy 500, Kanaan bate

Montoya supera problema do início, escala pelotão no fim e vence de maneira heróica. Tony vai bem, mas fica no muro

E a 99ª edição das 500 Milhas de Indianápolis terminou de forma épica. Após uma grande disputa com Will Power e Scott Dixon, Juan Pablo Montoya, se recupera de um acidente no início e vence a prova. Kanaan bate e Helinho vai mal.

Antes da corrida começar, o canadense Alex Tagliani ficou parado no grid, tendo que largar dos boxes, Conor Daly também teve problemas do motor antes da largada, ainda na volta de apresentação, dando a primeira bandeira amarela antes mesmo da largada.

A largada foi dada e já teve um acidente envolvendo o Takuma Sato, Sage Karam e Ryan Briscoe, um espremeu o outro, o que ocasionou o acidente, sendo acionada outra bandeira amarela.

A relargada ia ser dada, quando a Simona de Silvestro acertou Montoya o que acabou prolongando a amarela. A verde foi dada 12 voltas depois, com Tony Kanaan reassumindo a quarta colocação, sobre Justin Wilson e algumas voltas depois foi a vez de Pagenaud.

Tony assumiu a liderança na 19ª volta, mas perdeu na seguinte para Dixon. Os dois ficaram revezando a liderança, como um jogo de equipe.

A corrida ficou monótona até a volta 36, a qual começaram os pit stops: Dixon foi o primeiro e uma volta depois, foi Kanaan. Montoya, que já tinha feito uma parada, assumiu a liderança da prova por duas voltas.

Na volta 53, Dixon e Pagenaud se complicaram com os retardatários, nisso fez com que Tony Kanaan voltasse para a segunda colocação, mas uma volta depois ele perdeu novamente a posição.

Na 64 outro acidente: Bryan Clauson saiu de frente no final da curva quatro, provocando outra bandeira amarela. Todos aproveitaram para fazer a segunda parada.

A relargada foi dada na volta 70 e todos passaram sem mais problemas, Power tentou superar Kanaan, que conseguiu se manter na terceira colocação, em compensação, o baiano passou tanto Dixon, quanto Pagenaud.

Na volta de número 99, Tony Kanaan foi para a terceira parada, neste momento o brasileiro estava na liderança. Na volta seguinte foram os outros que estavam no primeiro pelotão.

Na volta 114, a terceira bandeira amarela: Ed Carpenter e Oriol Serviá se enroscaram na curva um, Carpenter forçou um pouco em cima do espanhol e ambos foram para o muro. E novamente todos os líderes aproveitaram para fazer mais uma parada.

Na parada, James Davidson, ao sair dos boxes perdeu a traseira, por causa de um toque da Pippa Man e atropelou um mecânido de Tristan Vautier, que fazia a parada no box a frente. O mecânico estava consciente, mas com muitas dores e teve que ser levado de ambulância para o centro médico. Detalhe que os três envolvidos na confusão eram da equipe Dale Coyne.

A relargada aconteceu no giro 124 e Will Power voou pra cima de Pagenaud e assumiu a primeira colocação, mas uma volta depois, o francês voltou para a liderança.

A briga pela liderança ficou com Dixon e Pagenaud por muitas voltas até começar mais uma janela de trocas de pneus e reabastecimento. Dixon foi o primeiro a parar, pois nesse stint ele foi o que mais liderou, ou seja, consumiu mais combustível, Tony foi uma volta depois.

Na volta 153, uma depois de parar, Tony Kanaan acabou escapando na curva três e acertou o muro, o que foi a consequência de outra bandeira amarela. Na volta 160 foi dada a relargada e Kimball era o líder, seguido por Dixon e Pagenaud. O piloto do carro nove da Ganassi assumiu a liderança e logo depois foi a vez de Montoya seguir de perto o neozelandês.

Faltando 31 voltas para o final, a bandeira amarela foi acionada mais uma vez para retirar um pedaço de carenagem do carro do Sato, que se soltou. Isso fez com que todos fossem para a última parada. Três voltas depois foi dada a verde e a briga ficou muito forte entre Power e Montoya.

Há 24 giros do fim, outro acidente: Jack Hawsworth bateu em Sebastian Saavedra e os dois foram para o muro, Stefano Coletti que vinha atrás, não conseguiu desviar e acertou o colombiano. Saavedra, com muitas dores, sentiu dificuldades de sair do carro.

A relargada veio há 15 do fim e a disputa ficou cada vez mais clara entre a dupla da Penske, Power e Montoya, mas Dixon ainda não tinha desistido da disputa e ficou a briga ficou entre os três, pela vitória.
E a batalha pela vitória ficou épica entre os três, muito agressivo, Montoya foi pra cima de Dixon e Power e superou os dois. Power não desistiu e foi pra dentro do colombiano na última volta, porém o vencedor da prova de 1999, conseguiu segurar e venceu de forma brilhante!

Confira o resultado da Indy 500:

1 – Juan Pablo Montoya – Penske Chevolet – 200 voltas
2 – Will Power – Penske Chevrolet - + 0.105s
3 – Charlie Kimball – Chip Ganassi Chevrolet - +0.795s
4 – Scott Dixon – Chip Ganassi Chevrolet - +1.029s
5 – Graham Rahal – Rahal Letterman Honda - +2.312s
6 – Marco Andretti – Andretti Honda - +2.539s
7 – Hélio Castroneves – Penske Chevrolet - +2.782s
8 – JR. Hidelbrand - CFH Chevrolet - +3.563s
9 – Josef Newgarden – CFH Chevrolet - +4.028s
10 – Simon Pagenaud – Penske Chevrolet - +4.215s
11 – Sebastien Bourdais – KV Chevrolet - +5.307s
12 – Ryan Briscoe – Schmidt Peterson Honda - +5.669s
13 – Takuma Sato – AJ. Foyt Honda - +6.168s
14 – Townsend Bell – DRR Kingdom Chevrolet - +8.501s
15 – Ryan Hunter-Reay – Andretti Honda - +9.648s
16 – Gabby Chaves – Bryan Herta Honda - +10.102s
17 – Alex Tagliani – AJ. Foyt Honda - +11.215s
18 – James Jakes – Schmidt Peterson Honda - +12.043s
19 – Simona de Silvestro – Andretti Honda - +12.733s
20 – Carlos Muñoz – Andretti Honda - +39.835s
21 – Justin Wilson – Andretti Honda - +1 volta
22 – Pippa Man – Dale Coyne Honda - +3 voltas
23 – Sebastian Saavedra – Chip Ganassi Chevrolet – abandonou
24 – Jack Hawksworth – AJ. Foyt Honda – abandonou
25 – Stefano Coletti – KV Chevrolet – abandonou
26 – Tony Kanaan – Chip Ganassi Chevrolet – abandonou
27 – James Davidson – Dale Coyne Honda – abandonou
28 – Tristan Vautier – Dale Coyne Honda – abandonou
29 – Oriol Serviá – Rahal Letterman Honda - abandonou
30 – Ed Carpenter – CFH Chevrolet – abandonou
31 – Bryan Clauson – Jonathan Byrd Chevrolet – abandonou
32 – Sage Karam – Chip Ganassi Chevrolet – abandonou
33 – Conor Daly – Schmidt Peterson - abandonou

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Evento Indy 500
Pista Indianapolis Motor Speedway
Pilotos Juan Pablo Montoya
Equipes Team Penske
Tipo de artigo Relato da corrida