Firme, Montoya vence em St. Pete; Castroneves é 4º

compartilhar
comentários
Firme, Montoya vence em St. Pete; Castroneves é 4º
Gabriel Carvalho
Por: Gabriel Carvalho
13 de mar de 2016 19:11

Colombiano assumiu liderança na segunda metade da prova e venceu etapa de abertura da temporada 2016 da Indy; Helio Castroneves termina em quarto e Tony Kanaan em nono

Juan Pablo Montoya começa a temporada 2016 da Indy da mesma forma que em 2015: vencendo o GP de St. Petersburg. Neste domingo (13), o colombiano controlou a segunda metade da prova e comandou a dobradinha da Penske nas ruas da cidade localizada no estado norte-americano da Flórida.

Simon Pagenaud, que herdou a pole position após Will Power ser impedido de participar da prova por problemas estomacais e uma concussão, terminou em segundo. O melhor brasileiro foi Helio Castroneves, que completou em quarto. Tony Kanaan, que enfrentou dificuldades com os freios durante a prova, fechou a disputa na nona posição.

A corrida

Pagenaud largou bem e se manteve à frente de Castroneves e Montoya. Ainda na primeira volta, Takuma Sato e James Hinchcliffe enfrentaram problemas e riveram furos no pneu traseiro direito dos carros. Enquanto isso, Kanaan vinha ganhando posições e já era o 16º na terceira volta. Na sexta volta, no entanto, o piloto da Ganassi perdeu a posição para o estreante Spencer Pigot, que vinha com pneus macios enquanto o brasileiro estava com os compostos duros.

Percebendo que o ritmo não era bom, Kanaan parou na oitava volta para colocar os compostos mais macios. Lá na frente, Pagenaud exibia um ritmo superior ao de Castroneves e abria quase 3s5 de vantagem sobre o companheiro de Penske. No final da décima volta, o brasileiro errou na última curva e perdeu a posição para Montoya na abertura do 12º giro.

Perdendo ritmo, o brasileiro também foi superado por Dixon e Hunter-Reay nas  voltas seguintes, caindo para a quinta posição e sendo bastante pressionado por Marco Andretti. No 18º giro, quando alguns pilotos já começavam a fazer o primeiro pit stop, Castroneves foi ultrapassado na entrada da reta dos boxes.

Na volta seguinte, após ser superado por Graham Rahal, o piloto da Penske fez uma guinada brusca para entrar nos boxes, em uma manobra arriscada, e trocou os pneus, voltando à pista na 14ª posição. Após a primeira rodada de pit stops, Pagenaud seguia na liderança da prova, com Montoya e Dixon em segundo e terceiro, nesta ordem. Castroneves era o nono e Kanaan, sofrendo com problemas nos freios, seguia em 17º.

Com os pneus mais duros, Montoya apresentava rendimento superior ao de Pagenaud e a diferença, que antes do pit stop era de mais de 5s, caiu para 1s9 na 32ª volta. Três giros depois, o colombiano chegou de vez no companheiro de equipe e a vantagem do francês era de pouco mais de 0s8. Com a corrida se aproximando da segunda janela de pit stops, os destaques eram os pilotos da Dale Coyne: Conor Daly e Luca Fillipi ocupavam a quarta e quinta posições.

No 47º giro, Andretti foi otimista demais ao tentar uma manobra sobre Fillipi e rodou na curva 1, gerando a primeira bandeira amarela da prova. No final da volta seguinte, ainda sob bandeira amarela, os três primeiros foram para o segundo pit stop e não houve mudanças entre os que pararam. Durante a bandeira amarela, enquanto carros de serviço limpavam a pista, Andretti e Hinchcliffe recuperaram a volta perdida – não sem que o norte-americano tomasse um pequeno susto com um dos carros de limpeza que estava no meio da pista.

Daly e Kanaan, com uma estratégia diferente, permaneceram na pista e figuravam em primeiro e segundo, respectivamente. Na sequência, vinham Pagenaud, Montoya, Dixon, Hunter-Reay e Castroneves, Rahal, Charlie Kimball e Carlos Muñoz completando os dez primeiros com 51 voltas completadas. No 54º giro, a prova seria reiniciada, mas um pedaço da asa dianteira do carro de Pigot caiu na pista e a bandeira amarela seguiu. Ao mesmo tempo, o carro de Andretti apagou e o piloto norte-americano perdeu uma volta novamente.

Na volta 57, houve a relargada e Daly, apesar de ter sido brevemente superado por Kanaan, mas seguiu em primeiro. Na curva 4, um acidente envolvendo muitos pilotos causou a segunda bandeira amarela da prova. Rahal, Servia, Hinchcliffe, Bourdais, Kimball, entre outros, sofreram com o incidente, causado por um erro de Muñoz. O piloto do carro #15 foi obrigado a trocar os aerofólios dianteiro e traseiro.



Após longo período de amarela, na 64ª volta a prova foi reiniciada mais uma vez e Montoya foi preciso na manobra sobre Daly, assumindo a liderança. Castroneves seguia em quinto e Kanaan, que parou durante a segunda amarela, era o oitavo. Com um rendimento melhor, o piloto brasileiro da Penske superou Dixon na abertura do 66º giro para assumir o quarto lugar. Cinco voltas depois, o neozelandês fez uma longa parada para limpar os radiadores do #9.

Na 71ª volta, Daly parou para fazer o pit stop e a Penske voltou a ocupar as três primeiras posições, com Pagenaud e Castroneves subindo para segundo e terceiro, nesta ordem. No giro seguinte, o brasileiro parou para o pit stop também, assim como Kanaan – que, por sua vez, perdeu tempo ao ter que ver a equipe limpar os radiadores.

Após as paradas, Montoya, Pagenaud e Castroneves ocupavam as primeiras posições. Daly vinha em quarto, mas teve que fazer um pit stop extra para limpar os radiadores e caiu para o 14º posto. Na frente, Montoya abriu uma liderança confortável e, a 14 voltas para o final da prova, tinha pouco mais de 3s5 de vantagem sobre Pagenaud. Um pouco mais atrás, Castroneves tentava controlar a investida de Hunter-Reay, que buscava se aproximar do brasileiro.

Nas voltas finais, bastou a Montoya administrar a vantagem construída anteriormente para cruzar a linha de chegada em primeiro e vencer a prova de abertura da temporada 2016 da Indy. Pagenaud foi o segundo e Castroneves não conseguiu resistir aos ataques de Hunter-Reay, que superou o brasileiro a duas voltas do final para terminar em terceiro e fechar o pódio, com o piloto do #3 completando em quarto. Mikahil Aleshin foi o quinto, seguido por Sato, Dixon, Muñoz, Kanaan e Kimball, que finalizou o top-10.

Confira o resultado final da prova:

Pos.PilotoEquipeCarroTempo/Dif.Voltas
1 ColombiaJuan Pablo Montoya United StatesTeam Penske Dallara DW12 2:13:28.4650 110
2 FranceSimon Pagenaud United StatesTeam Penske Dallara DW12 +2.3306 110
3 United StatesRyan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara DW12 +8.8764 110
4 BrazilHelio Castroneves United StatesTeam Penske Dallara DW12 +9.3237 110
5 RussiaMikhail Aleshin United StatesSchmidt Peterson Motorsports Dallara DW12 +9.7167 110
6 JapanTakuma Sato United StatesA.J. Foyt Enterprises Dallara DW12 +26.0373 110
7 New ZealandScott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara DW12 +40.7056 110
8 ColombiaCarlos Munoz Andretti Autosport Dallara DW12 +55.9459 110
9 BrazilTony Kanaan Chip Ganassi Racing Dallara DW12 +59.1204 110
10 United KingdomCharlie Kimball Chip Ganassi Racing Dallara DW12 +1 volta 109
11 United KingdomJack Hawksworth United StatesA.J. Foyt Enterprises Dallara DW12 +1 volta 109
12 United StatesAlexander Rossi Andretti Herta Autosport with Curb-Agajanian Dallara DW12 +1 volta 109
13 United StatesConor Daly United StatesDale Coyne Racing Dallara DW12 +1 volta 109
14 United StatesSpencer Pigot Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara DW12 +1 volta 109
15 United StatesMarco Andretti Andretti Autosport Dallara DW12 +1 volta 109
16 United StatesGraham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara DW12 +1 volta 109
17 United KingdomMax Chilton Chip Ganassi Racing Dallara DW12 +1 volta 109
18 SpainOriol Servia United StatesTeam Penske Dallara DW12 +1 volta 109
19 CanadaJames Hinchcliffe United StatesSchmidt Peterson Motorsports Dallara DW12 +1 volta 109
20 ItalyLuca Filippi United StatesDale Coyne Racing Dallara DW12 +2 voltas 108
21 FranceSébastien Bourdais KVSH Racing Dallara DW12 +23 voltas 87
22 United StatesJosef Newgarden United StatesEd Carpenter Racing Dallara DW12 +63 voltas 47

 

Próxima IndyCar matéria
Doente, Power dá lugar a Servia em St. Petersburg

Previous article

Doente, Power dá lugar a Servia em St. Petersburg

Next article

Ganassi vê Halo somente como solução a curto prazo na Indy

Ganassi vê Halo somente como solução a curto prazo na Indy
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Evento St. Pete
Localização St. Petersburg Street Course
Pilotos Juan Pablo Montoya
Autor Gabriel Carvalho
Tipo de matéria Relato da corrida