Gil de Ferran: “Alonso é um dos melhores pilotos que já vi”

Treinador do espanhol em Indianápolis, brasileiro exalta talento de Fernando, mas diz não querer “aumentar expectativas”

Vencedor das 500 Milhas de Indianápolis em 2003, Gil de Ferran é o treinador de Fernando Alonso em sua aventura na Indy 500 deste ano. E após quatro dias de treinos oficiais, o brasileiro definiu o espanhol como um dos melhores que já viu.

Gil crê que Alonso esteja tão preparado quanto qualquer estreante da Indy para andar bem em Indianápolis.

"Observando Fernando, está claro para mim que ele é um dos melhores pilotos que eu já vi", falou de Ferran ao Motorsport.com.

"Ele é muito bom em se posicionar na primeira volta, por exemplo, é por isso que você muitas vezes o vê conquistar muitas posições na primeira volta, porque a primeira volta não é só assumir riscos, é ver o que está acontecendo na sua frente e se posicionar para aproveitar.”

"Eu não quero aumentar ou diminuir as expectativas, só dizer que ele é um piloto muito bom e tão bom quanto qualquer um que eu conheço. Ele está em uma posição tão boa quanto qualquer um que eu conheço para enfrentar esse desafio."

De Ferran se descreve como um "par extra de olhos" para Alonso durante os preparativos do piloto da Andretti Autosport para as 500 Milhas de Indianápolis.

Ele diz que está bem posicionado para ajudar Alonso porque entende a cultura da Fórmula 1. O brasileiro correu na Europa antes de se mudar para a IndyCar em 1995, e foi diretor esportivo das equipes BAR e Honda na F1 de 2005 a 2007.

"Eu corri muito na Europa e acho que isso é útil", disse de Ferran. "Eu entendo algumas das tecnologias e processos que ele está exposto, mesmo que eu não tenha trabalhado na F1 por dez anos. Eu não estou em isolamento completo, tenho seguido tudo muito de perto.”

"Então, entendo a que ele está exposto e as diferenças que ele está enfrentando aqui."

De Ferran insiste que não está usando como base sua experiência de estreante da Indy 500 em 1995 para ajudar Alonso. Isso porque o brasileiro era um piloto menos experiente quando mudou para os EUA.

"Eu era mais jovem e muito menos experiente do que Fernando é hoje", disse de Ferran.

"Ele chega aqui como bicampeão mundial de Fórmula 1, alguém que sempre fez F1, que foi exposto a um monte de coisas diferentes.”

"Então, o que eu senti aqui, quando tinha 26 anos e vindo da Fórmula 3000 (GP2 e hoje Fórmula 2), foi uma experiência diferente. Então eu não estou traçando muitos paralelos."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar , Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias