Hartley diz estar "muito perto" da Indy em 2018

Campeão das 24 Horas de Le Mans deve trocar a Porsche, que está de saída do WEC, para substituir Tony Kanaan na Ganassi

Brendon Hartley, de 27 anos, faz parte do programa LMP1 da Porsche desde a sua criação em 2014 e ganhou o título do WEC no ano seguinte com seus colegas Mark Webber e Timo Bernhard.

Depois de conquistar as 24 Horas de Le Mans deste ano, ao lado de Bernhard e Earl Bamber, o trio está firmemente em curso para conquistar o campeonato deste ano após vencer pela quarta vez consecutiva a etapa de Austin, no fim de semana passado.

Mas, o anúncio de que a Porsche deve sair da LMP1 no final do ano a favor de uma entrada de Fórmula E em 2018/19 deixou Hartley livre para buscar uma oportunidade em outro lugar para 2018.

O neozelandês testou recentemente um carro Venturi da Fórmula E, mas também foi fortemente ligado a uma mudança para a IndyCar. Depois de aparecer no radar Schmidt Peterson Motorsports, há fortes rumores de que ele está no topo da lista de potenciais substitutos de Tony Kanaan na Chip Ganassi.

"Eu não tenho certeza do que eu vou competir no próximo ano, estou observando muitas opções diferentes", disse Hartley ao Motorsport.com em Austin.

"Por enquanto, nada está claro, mas estou confiante de que estarei um bom lugar no próximo ano. Falei com muitas equipes diferentes [na Fórmula E], testei com o Venturi, mas também falei com equipes da IndyCar e da IMSA.

"Eu adoraria estar na IndyCar e espero que nas próximas semanas algo se torne claro. Estou realmente olhando atentamente para a IndyCar, que seria um novo desafio.

"Estou entusiasmado com o desafio dos ovais se a IndyCar se confirmar".

Amizade com a Porsche continua

Hartley acrescentou que espera manter seu relacionamento com a Porsche onde quer que ele termine correndo na próxima temporada, possivelmente incorporando algumas corridas de GT com a marca alemã.

"O plano é, onde quer que eu vá no próximo ano, ainda vou ter algum tipo de relacionamento com a Porsche e esperamos que ainda possamos competir em algumas corridas", disse.

"Mas com a saída da LMP1, haverá muitos pilotos [disponíveis] e sem corridas suficientes para acordo em tempo integral".

Hartley também confirmou nas redes sociais que vai se juntar à equipe Tequila Patron ESM para o final da temporada do Petit Le Mans do IMSA, seguindo suas aparições nas 24 Horas de Daytona e 12 Horas de Sebring deste ano.

Informe adicional de Kunihiko Akai

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar , WEC
Pilotos Brendon Hartley
Equipes Porsche Team
Tipo de artigo Últimas notícias