Helinho diz não querer fazer contas para título inédito

Líder na Indy, Castroneves precisa sair das provas de Houston neste fim de semana com vantagem de 50 pontos

Depois de anos perseguindo um título na temporada da IndyCar, Hélio Castroneves pode realizar o feito em Houston neste fim de semana. A categoria terá rodada dupla na pista de rua texana neste sábado (16h no horário de Brasília) e domingo (14h).

Para ser campeão, o brasileiro precisará pelo menos de um ponto a mais de vantagem para Scott Dixon. O piloto tem 49 no momento, e como o máximo de vantagem que se pode conquistar em uma corrida são de 49 (pole, volta liderada, maior número de voltas na liderança e vitória), pois mesmo abandonando na pior das hipóteses se marca cinco pontos, Castroneves precisará de pelo menos um ponto a mais, já que em número de vitórias (primeiro critério de desempate) tem uma contra três do neozelandês.

No entanto, Hélio diz que prefere não pensar em nada disso. Para o piloto, a melhor tática é correr  mesma forma que correu desde o início do ano. “Não fiz conta alguma e nem quis saber o que deu nas projeções que muitas pessoas já fizeram”, falou.

“Eu acho que a gente chegou até aqui na liderança do campeonato adotando uma estratégia precisa, planejada e muito competitiva. Na minha cabeça, agora que falta tão pouco, vou continuar exatamente igual. Não acho que seria útil ficar fazendo conta se devo fazer isso ou aquilo. Pode acabar embananando tudo. Então, vamos dar um passo de cada vez. Já demos 16. Faltam apenas três”, complementou em sua coluna no jornal Metro.

Além de Dixon, também têm chances matemáticas de título do terceiro ao décimo colocados no campeonato. Ou seja, na ordem, Simon Pagenaud, Marco Andretti, Ryan Hunter-Reay, Justin Wilson, Dario Franchitti, James Hinchcliffe, Will Power e Charlie Kimball. Ainda estão em disputa 148 pontos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias