Hinchcliffe sofre grave acidente no treino livre desta segunda em Indianápolis

Canadense é o quinto que se acidentou nos treinos livres para as 500 Milhas de Indianápolis, seu quadro é estável

Mais um acidente marcou os treinos livres para as 500 Milhas de Indianápolis, desta vez foi com o canadense James Hinchcliffe. O piloto bateu de frente no muro e foi levado para o hospital onde foi submetido a uma cirurgia na coxa esquerda. É o quinto acidente, desde que os treinos começaram, na semana passada.

O novo kit aerodinâmico instalados nos carros desta temporada tem dado o que falar em relação a segurança no oval de Indianápolis, por causa dele, todos os bólidos ficaram mais rápidos e também mais ariscos. Antes do ‘Pole Day’, realizado neste domingo (17), quatro pilotos haviam sofrido fortes acidentes, como foi o caso de Hélio Castroneves, Pippa Mann, Josef Newgarden e Ed Carpenter.

Para conter um pouco o downforce, a IndyCar resolveu limitar a potência dos carros, visando a segurança dos pilotos no treino de classificação, que acabou ocorrendo sem nenhum acidente.

Já nesta segunda-feira (18), durante mais um treino livre em preparação a prova que ocorre no próximo domingo, o canadense James Hinchcliffe passou reto na curva três, batendo de forma violenta no muro. O carro chegou a ficar em chamas e de cabeça para baixo, parando alguns metros depois, próximo a curva quatro.

James foi levado consciente para o Hospital Metodista de Indianápolis, onde foi constatada uma lesão na coxa esquerda do piloto. Hinchcliffe está sendo operado e seu quadro é considerado estável.

Veja os outros acidentes dos treinos livres:

Hélio Castroneves



Pippa Mann



Josef Newgarden



Ed Carpenter

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Evento Indy 500
Pista Indianapolis Motor Speedway
Pilotos Helio Castroneves , Pippa Mann , James Hinchcliffe , Josef Newgarden , Ed Carpenter
Tipo de artigo Últimas notícias