Indy planeja testar 'Escudo' ainda em 2017

Presidente de competições e operações, Jay Frye, disse que espera ter dispositivo nas pistas em dois meses

Enquanto a Fórmula 1 planeja ter o Halo nos carros no início da próxima temporada, a Indy irá na direção do Escudo, como dispositivo de proteção adicional do cockpit. Uma parte significativa do raciocínio para que a decisão não fosse a mesma da F1 é na interferência na visão dos pilotos em ovais.

O presidente de competições e operações da Indy, Jay Frye, disse ao Motorsport.com: "Os planos ainda estão avançando, e temos feito muitas coisas nos bastidores. Você pode fazer muitos testes iniciais sem realmente ter o dispositivo em um carro na pista, mas esperamos ter algo no caminho certo neste outono."

"A parte mais difícil são os ovais por causa de linhas de visão enquanto você está olhando para frente."

"Mas ainda assim, vamos ter um carro e fazer uma comparação direta - com e sem o Escudo - para ver como isso pode afetar o comportamento do carro."

Frye disse que a equipe técnica da Indy estava apontando para usar um único dispositivo que poderia ser utilizado em circuitos mistos, de rua e ovais.

"Você quer ter uma peça que funcione em todas as nossas pistas ou você precisa ter múltiplas aplicações", disse ele. "Obviamente, o melhor seria ter um dispositivo que funcionasse em todos os lugares, então é por isso que tentamos seguir."

"Veremos como as coisas ficam com o Escudo, como isso afeta a visão e quão bom ele é."

Perguntado se esperava que o Escudo fosse usado nas corridas da Indy já em 2018, Frye respondeu: "É discutível agora. Temos que fazer isso bem e não vamos fazer nada até que esteja certo."

"Estamos trabalhando duro, mas a linha do tempo é ditada pelo nosso progresso e não pelo contrário. O objetivo é levá-lo ao carro neste outono e isso irá decidir como nosso próximo passo será."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias