Indy vai à Austrália para conversas sobre Surfers Paradise

compartilhar
comentários
Indy vai à Austrália para conversas sobre Surfers Paradise
David Malsher
Por: David Malsher
14 de nov de 2018 12:15

Mark Miles e Stephen Starks estão a caminho de Gold Coast para discutir retorno a um dos locais mais populares da categoria, possivelmente em 2020

Conforme relatado pelo Motorsport.com no mês passado, as negociações foram iniciadas pelo piloto Will Power, visitando a área e se reunindo com a premier de Queensland Annastacia Palaszczuk.

Agora Mark Miles, CEO da Hulman & Co., proprietária da Indy e do IMS - e Stephen Starks, vice-presidente de relações com promotores da Indy, partem hoje para a Austrália para se reunir com o governo de Queensland e emissoras de TV.

"Chegamos na manhã de quinta-feira, na costa leste da Austrália, para reuniões com a TV em Sydney, depois seguimos para o norte na sexta-feira para discussões com o governo local e voamos para casa no sábado pela manhã", disse Miles ao Motorsport.com.

“Nós tentamos fazer algumas incursões e não ganhamos muito nos últimos dois anos, mas Will Power acabou de chegar lá para um feriado, visita familiar e também alguns eventos de mídia.”

"Ele conheceu algumas autoridades do governo e foi convidado para conhecer a premier Annastacia Palaszczuk, e durante essa reunião ela perguntou a Will: 'O que precisamos fazer para trazer a Indy de volta para cá?'. Ele disse: 'Uma reunião com Mark Miles'.”

“Então recebi um e-mail em 24 horas me convidando para ir lá e aceitei imediatamente. Há, obviamente, um grande interesse, mas ainda não posso dizer o que vamos discutir.”

Há dois anos, Miles disse ao Motorsport.com que um dos problemas do retorno da Indy a Surfers Paradise era o fato de que o ideal era ter corridas internacionais em fevereiro, antes do início da temporada dos EUA.

A Gold Coast 600, evento dos Supercars - que compartilharia a conta com a Indy para ajudar a garantir o sucesso do evento, está sendo realizado no final de outubro.

Hoje ele disse: "Honestamente, tudo que sei neste momento é que dissemos que uma corrida da Indy precisaria ser em fevereiro, e eles responderam com um 'Vamos lá, vamos conversar'. Esse será um dos muitos itens que precisaremos explorar.”

A considerável mudança de pista que viu o circuito ser reduzido de sua configuração original, foi originalmente considerada como outro obstáculo potencial para a Indy, mas Miles disse que até agora foi tranquilizado pelos relatos de Power sobre o layout mais curto.

"Estamos cientes das partes que foram alteradas", disse Miles, "mas Will foi, viu e disse que é perfeitamente adequado para a Indy.”

"Ele disse, sim, é um pouco mais parecido com St. Pete em termos de quão rápido cada volta é e quantas voltas faríamos, mas ainda pode funcionar. E nosso guru da pista, Tony Cotman [da NZR Consulting], disse o mesmo.”

Perguntado se essa viagem rapidamente organizada à Austrália era indicativa de um possível retorno da Indy ocorrendo em 2020, Miles respondeu: “Sinto que claramente temos a atenção da premier de Queensland, e sei que outras pessoas em seu governo têm envolvidos e eles se lembram com carinho da Indy como um evento poderoso.”

"Queensland também está sendo bastante comercializada como um destino de férias. Acho que meu sentimento é que, se não conseguirmos ter isso agora, isso não acontecerá em breve.”

“Então, na minha cabeça, a discussão é sobre 2020, e não é apenas uma missão de busca de fatos. É para realmente investigar e ver se um acordo pode ser alcançado, e espero que tenhamos uma oportunidade para fazer isso, não nesta viagem, mas razoavelmente rápido.”

Miles disse que qualquer oposição em potencial dos proprietários da equipe da Indy - devido a patrocinadores dos EUA que não se beneficiam de publicidade para mercados não domésticos - pode ser tratada.

“Geralmente, acho que existe um entendimento entre as nossas equipes sobre o motivo pelo qual um número muito limitado de eventos internacionais pode fazer sentido”, disse ele, “e há apoio para isso.”

Next article
Diretor da McLaren mostra confiança em vitória de Alonso na Indy 500

Previous article

Diretor da McLaren mostra confiança em vitória de Alonso na Indy 500

Next article

Jordan King se junta à RLLR-Honda para Indy 500

Jordan King se junta à RLLR-Honda para Indy 500
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Pilotos Will Power
Autor David Malsher