Kanaan não conseguiu fazer as modificações necessárias em seu bólido

Piloto foi o brasileiro mais bem colocado no grid e partirá com sua KV na 12ª posição na prova da SP Indy 300 neste domingo

Tony irá largar em 12º

Único brasileiro a ir para a segunda parte do treino classificatório, Tony Kanaan não conseguiu fazer um bom desempenho no Anhembi e vai largar em 12º neste domingo.

A principal reclamação de Tony foi com a regulagem do carro, que não pode evoluir muito, pois os treinos livres foram realizados no mesmo dia do classificatório.

"Viemos com um acerto completamente diferente para cá. Eu sabia que era um risco. Se você perder uma sessão ou duas e ter que classificar no mesmo dia, não ia dar tempo de mudar tudo", disse Tony na entrevista coletiva deste sábado.

"Tinha mudanças que teria que fazer, mas não podia, pois demandaria muito tempo. Eu sabia dos riscos, mas mesmo assim a equipe acreditou que seria melhor, só que infelizmente não foi. Sendo tudo no sábado acaba complicando e ficando muito apertado quando você quer testar alguma coisa que você não conhece", reclamou Tony.

Sobre a chegada da Honda com um novo motor, que produz mais cavalos de potência e chega para fazer frente com os Chevrolet, Kanaan ainda não conseguiu descobrir a real melhora, mas com certeza já percebeu que os motores japoneses estão mais "espertos".

"Não deu para andar muito com os caras, mas se você ver a classificação dos seis primeiros, dá para ver que estavam divididos três em três. Nas três primeiras corridas estava mais para o lado da Chevrolet, então eu acredito que eles tenham melhorado sim, mas ainda estamos bem. Deu uma equalizada boa, mas a "real" nós vamos saber mês que vem"

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias