Kanaan retrata “coisas mais importantes da vida” em tatuagem

Em arte elaborada que durou duas sessões de seis horas somadas, piloto da Chip Ganassi recorda família e Indy 500

Fã de tatuagens, o baiano Tony Kanaan usou as férias entre 2015 e 2016 para fazer mais uma dentre as várias que já tem em seu corpo. Campeão da Indy em 2004 e vencedor das 500 Milhas de Indianápolis em 2013, ele teve uma ideia original.

O piloto retratou no braço direito os momentos mais importantes de sua vida até o presente momento – como ele mesmo definiu.

 

"Demorou 12 horas. Foram duas sessões de seis horas", disse Kanaan ao site USA Today.

"Nós estávamos planejando apenas uma sessão, mas ele queria fazer dar ênfase nos detalhes, por isso, fizemos duas."

“Ele” é o tatuador sueco Niki Norberg, que fez o trabalho no último mês de dezembro em São Paulo. Tony lembra que falou com Norberg por meia hora sobre o que deveria ser incluído na tatuagem.

Nela estão o troféu Borg-Warner da Indy 500, o número 11 (que usou boa parte da carreira em seu carro), a data do seu casamento, um velocímetro e as mãos e pés de seus dois filhos. Tudo isso tendo como plano de fundo os tijolos da linha de chegada de Indianápolis.

"Como qualquer tatuagem, doeu”, acrescentou. “Mas quando você quer fazer algo, tem de passar pela dor".

A temporada da Indy começa no dia 13 de março no circuito de rua de São Petersburgo. 

Confira:

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Pilotos Tony Kanaan
Tipo de artigo Últimas notícias