Kanaan sai de Long Beach com dores pelo segundo ano seguido

compartilhar
comentários
Kanaan sai de Long Beach com dores pelo segundo ano seguido
Por: Gabriel Lima
14 de abr de 2014 14:08

Um ano depois de ter o pulso luxado ao bater com Servià, brasileiro sai novamente da prova com dores na mão

Tony Kanaan terminou pelo segundo ano seguido antes do desejado a corrida da Indy em Long Beach. Após bater com Oriol Servià na última volta do GP do ano passado, neste ano o piloto foi vítima do acidente entre Ryan Hunter-Reay, Josef Newgarden e James Hinchcliffe, que fechou parte da pista, o deixando sem ter para onde ir.

Novamente o brasileiro reclamou de dores após sua batida na pista californiana.

"Meu pulso está um pouco dolorido do acidente. É uma pena para a equipe”, lamentou o vencedor da Indy 500 em 2013.

“Disseram para ter cuidado no rádio quando o acidente aconteceu, mas eu acho que não fui com o cuidado suficiente. Eu não esperava que tivessem quatro carros lá, e quando o Sato bateu, não pude evitá-lo.”

O brasileiro ainda culpou Hunter-Reay pelo acidente. “É uma grande pena, mas estávamos lá em cima e o que aconteceu na nossa frente hoje não pareceu muito inteligente."

Seu companheiro Scott Dixon liderava a corrida até o finzinho, quando teve de parar para não ficar sem combustível na pista. “Acabamos ficando com menos de meia volta em combustível e não tivemos uma bandeira amarela. Poderíamos ter ficado fora e arriscado, mas poderíamos ter ficado sem combustível na pista e provocado um acidente. Eu me sinto mal pelo acidente com Justin Wilson. Não esperava que ele entrasse por fora ali.”
Próxima IndyCar matéria
Conway sobrevive a batida e vence etapa de Long Beach

Previous article

Conway sobrevive a batida e vence etapa de Long Beach

Next article

Após criticar a Indy em seu twitter, Castroneves é punido

Após criticar a Indy em seu twitter, Castroneves é punido
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Últimas notícias