"KV melhorou com 2 carros ao invés de 3", comemora Tony Kanaan

compartilhar
comentários
Por: Guilherme Carvalho
3 de mai de 2013 14:13

Apesar dos resultados estarem parecidos com os do início de 2013, brasileiro vê evolução após "enxugada" na equipe

Tony passeia com o ex-companheiro Rubinho no Anhembi

Na pontuação do campeonato, a KV não está tendo um início de ano muito diferente de 2012. Este ano, com dois carros, o time já somou 121 pontos após as três primeiras etapas, média de 60,5 pontos por carro, enquanto no ano passado com três pilotos, a média era de pouco mais de 55 pontos por piloto antes da São Paulo Indy 300. Na pista, porém, os carros de Tony Kanaan e Simona de Silvestro parecem mais competitivos do que os do início da temporada passada.

Segundo o piloto brasileiro, isso se deve ao fato de a equipe ter sido “enxugada”, com a saída de um dos carros e de tudo ter sido definido bem antes da temporada começar, ao contrário do que ocorreu em 2012. “Os equipamentos na Indy são muito parecidos, então quem sai na frente é quem consegue definir todo o planejamento em setembro do ano anterior. Em 2012 tivemos dois pilotos que foram definidos só em fevereiro. Além disso, a equipe cresceu muito com a entrada do Rubens, que é um piloto de muito peso e não soube lidar com isso”, analisou Tony em entrevista no Anhembi.

“Nesta temporada conseguimos definir tudo em outubro e isso nos ajudou. E, com dois carros ao invés de três, pudemos nos concentrar no melhor que a equipe tinha, em tudo que funcionava melhor e por isso estamos mais competitivos. O time está bem melhor do que no ano passado”, comparou.

Tony gostou de suas primeiras duas etapas, principalmente do 4º lugar em St. Petersbrug, mas lamentou o acidente na última prova e o 20º lugar. “Fomos bem nas duas primeiras etapas, mas infelizmente na última teve o acidente e acabei me contundindo, o que complicou um pouco. Mas vou buscar a recuperação agora no Brasil, mesmo com dor”, concluiu.
 

Próxima IndyCar matéria
Segundo em Long Beach, Graham Rahal espera repetir bom resultado

Previous article

Segundo em Long Beach, Graham Rahal espera repetir bom resultado

Next article

Castroneves acredita que volta ficará de “um a dois segundos” mais rápida

Castroneves acredita que volta ficará de “um a dois segundos” mais rápida
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Autor Guilherme Carvalho
Tipo de matéria Últimas notícias