McLaren mantém suspense sobre chegada à Indy

compartilhar
comentários
McLaren mantém suspense sobre chegada à Indy
David Malsher
Por: David Malsher
15 de mai de 2018 19:50

Rumores de que a McLaren voltaria em tempo integral à Indy estão crescendo, já que dirigentes da equipe estiveram no GP de Indianápolis do final de semana

Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda, with former McLaren Indy 500 winner Johnny Rutherford
Johnny Rutherford, McLaren M16, and Mario Andretti, McLaren M24
Zak Brown, Executive Director, McLaren Technology Group, in the team principals Press Conference
Zak Brown, McLaren Racing CEO on the McLaren pit wall gantry

A McLaren conquistou três vitórias nas 500 Milhas de Indianápolis (Mark Donohue em 1972, Johnny Rutherford em 1974 e 1976) e dois campeonatos (Roger McCluskey em 1973, Tom Sneva em 1977) e acumularam 28 vitórias em 10 anos. A saída da categoria ocorreu no final de 1979.

Seu envolvimento mais recente foi na Indy 500 do ano passado, quando apoiou um sexto carro da Andretti Autosport-Honda conduzido pelo bicampeão de Fórmula 1, Fernando Alonso.

O espanhol, que desempenhou um papel de protagonista durante o mês de maio de 2017, desde então admitiu que adoraria retornar a Indianápolis.

O jornal Sports Business Daily revelou que membros da McLaren participaram da etapa da Indy do último fim de semana no misto de Indianápolis, analisando possíveis parcerias com a Andretti Autosport ou a Rahal Letterman Lanigan Racing.

No entanto, a Andretti Autosport é considerada mais provável, dada sua parceria anterior, e a outra equipe do CEO da McLaren, Zak Brown, a United Autosports, é parceira de Michael Andretti (e Ryan Walkinshaw) na Supercars da Austrália.

Convidados a comentar os rumores, a Andretti Autosport disse ao Motorsport.com: “Achamos que a McLaren seria uma valiosa adição ao paddock da Indy. Nossa parceria para a Indy 500 de 2017 foi bem sucedida e gostaríamos de ter a oportunidade de trabalhar com eles novamente."

"Quanto a qualquer um dos planos da McLaren para 2019, essa é uma pergunta melhor direcionada à McLaren."

Embora a resposta da Rahal Letterman Lanigan não tenha acontecido de maneira oficial, um porta-voz da McLaren disse ao Motorsport.com que ele “não confirmaria nem negaria” os rumores de uma entrada em tempo integral, o que poderia acontecer em 2019.

Próxima IndyCar matéria
Pagenaud domina primeiro treino para 102ª Indy 500

Previous article

Pagenaud domina primeiro treino para 102ª Indy 500

Next article

Substituto de Pietro passa nos testes de novato da Indy 500

Substituto de Pietro passa nos testes de novato da Indy 500
Load comments