O ano de Rubens Barrichello na Indy comentado por quem já esteve lá

TotalRace ouve os ex-pilotos de Fórmula 1 que também andaram na Indy: Cristiano da Matta, Enrique Bernoldi e Christian Fittipaldi

Após 19 temporadas, Rubens Barrichello saiu da Fórmula 1 e achou uma nova casa nos Estados Unidos, mais precisamente na Fórmula Indy. Competindo pela KV Racing, terminou a temporada na 12ª colocação, somando 289 pontos e obtendo um quarto lugar como seu melhor resultado no ano.

Com base nesses números e na pilotagem de Rubens Barrichello em seu primeiro contato com a categoria, o TotalRace buscou a opinião de quem já andou por lá. E as respostas de Cristiano da Matta, Enrique Bernoldi e Christian Fittipaldi foram, em boa parte, positivas para o brasileiro.

"Ele foi bem. São muitas pequenas coisas diferentes, mas no geral, ele foi bem legal mesmo", disse da Matta, campeão da Cart em 2002. "E também temos que falar que a KV não é uma grande equipe. A única vitória que eles têm na Indy é comigo (Portland 2002). A equipe não é um desastre, mas não é aquela que vai ganhar corrida e disputar o campeonato", revelou. "E quando você briga por centésimos, uma coisinha em cada parte dá uma diferença razoável. E nessa adaptação vai meia temporada", finalizou o mineiro.

Para Enrique Bernoldi, que correu na Indy em 2008, Rubens também fez uma grande temporada, encarando bem o desafio. "Minha avaliação geral sobre o primeiro ano dele é que andou muito bem, já era esperado isso. Ele tem muita experiência, o número de provas que ele já ganhou na Fórmula 1, ganhou em vários outros tipos de categorias antecedentes, isso já era esperado. Ele é um piloto que ninguém pode dizer que ele não tem talento, e quando você tem, isso é um ponto a seu favor", disse. "O oval realmente é um negócio difícil. E quando eu corri lá, eu tinha corrido na Fórmula 1, e não tem nada a ver a pilotagem. A corrida em oval é muito difícil. Você andar sozinho é fácil, até alguns pilotos bem limitados conseguem fazer boas voltas, mas andar no vácuo, colado, com vácuo lateral, é bem mais complicado. Ele se saiu muito bem", completou.

Já para Christian Fittipaldi, que correu oito temporadas na Indy, inclusive ganhando corridas, viu a temporada de Rubens como normal. "Com relação à capacidade que ele tem, sua experiência, não precisamos nem comentar. Mas em meu ponto de vista, olhando de fora, sua temporada foi regular, sem nada demais", comentou Fittipaldi. "Ele deu algumas declarações dizendo: 'Estou aprendendo'. Bem, eu concordo por um lado, mas ele traz uma bagagem de mais de 300 largadas na Fórmula 1, coisa que nenhum piloto lá tem. Ele perde por um lado, mas ganha pelo outro", opinou.

Para a temporada 2013, Rubens ainda não definiu seu futuro e ainda negocia com algumas equipes.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Pilotos Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias