Pagenaud vence no misto de Indianápolis. Helinho é o terceiro

Francês venceu na estratégia, copiando Hunter-Reay, que foi 2º. Na Lights, vitória de Luiz Razia

Em uma prova com muitas bandeiras amarelas e diferentes estratégias, valeu a aposta do francês Simon Pagenaud, que no meio da corrida trocou de tática e terminou com a vitória no misto de Indianápolis. O piloto da Schmidt chegou menos de um segundo à frente de Ryan Hunter-Reay. Helio Castroneves ficou com a terceira posição e Tony Kanaan foi o 10º.

Com o resultado, Pagenaud foi a 143 pontos. Continua na terceira posição, mas se aproximou bastante do líder Will Power, que ficou em oitavo neste sábado e soma agora 149 pontos. Hunter-Reay vem em segundo, com 148.

A próxima etapa da Indy será mais uma vez em Indianápolis, mas agora na traçado oval, na tradicional 500 milhas, dia 25 de maio.

Depois de conseguir uma inesperado pole na sexta-feira, a alegria de Sebastian Saavedra durou pouco neste sábado. O colombiano deixou o carro morrer logo na largada e foi atingido em cheio pelo compatriota Carlos Muñoz e pelo russo Mikhail Aleshin. Apesar da força dos acidentes, os três saíram andando e a bandeira amarela foi acionada. Outro colombiano na prova, o veterano Juan Pablo Montoya, que largava na quarta fila, também ficou parado no grid, mas continuou na prova, caindo para 21ª posição.

Quem se deu bem foi Ryan Hunter-Reay que aproveitou o problema de Saavedra para assumir a ponta, com Jack Hawksworth em segundo e Simon Pagenaud em terceiro. Helio Castroneves também ganhou posições e pulou para sexto, enquanto Tony Kanaan caiu para 11º.

[publicidade] Na relargada, Hunter-Reay manteve a ponta, com Hawksworth em segundo. Mas o inglês foi para cima do americano na volta seguinte e assumiu a ponta. Hunter-Reay perdeu rendimento e cedeu o 2º lugar também para Pagenaud e depois ainda foi pressionado por Scott Dixon, mas conseguiu manter a terceira posição.

Na 12ª volta, Helio Castroneves estava em 8º e Tony Kanaan era o 15º. Mas Helinho era bastante pressionado por Montoya e Graham Rahal. Os companheiros de Penske travaram grande batalha na 17ª volta, com vantagem para o colombiano, que assumiu a 8ª posição.

Enquanto isso, Hawksworth abria 2.5s de vantagem na ponta para Pagenaud. O francês fez sua primeira parada na 28ª volta, trazendo Scott Dixon com ele. Na volta seguinte, foi a vez do líder Hawksworth parar, assim como Hunter-Reay e Will Power, que estava em quinto. Os cinco permaneceram na mesma ordem após a primeira rodada de parada.

Já Helio Castroneves, que havia parado algumas voltas antes, aparecia em sétimo, após ultrapassar James Hinchcliffe. Montoya vinha colado no brasileiro, enquanto Tony era o 11º.

Na metade da prova, Will Power partiu para cima de Dixon e ganhou a quarta posição. O neo-zelandês tentou dar o troco, mas rodou e ficou na brita. Nova bandeira amarela e o piloto da Ganassi foi pro fim do grid, assim como Montoya, que havia parado nos boxes, com problema no bico.

Hawksworth e Pagenaud aproveitaram a amarela para parar nos boxes pela segunda vez, assim como Will Power. Hunter-Reay permaneceu na pista e ficou na ponta, seguido por Hinchcliffe. Helinho aparecia em quinto, já com duas paradas, assim como Kimball, em 7º, Pagenaud, em 8º, Hawksworth, em 9º, Bourdais, 10º e Power, em 11º. Na relargada, Martin Plowman decolou para cima de Franck Montagny, causando outra bandeira amarela.

Na relargada, Justin Wilson, que já havia superado Hinchcliffe na bandeira verde anterior, conseguiu a ponta ao ultrapassar Hunter-Reay. O americano também perdeu a segunda posição para Carlos Huertas, enquanto Helinho passava Hinchcliffe a assumia a quarta posição. Novo acidente, no entanto, dessa vez entre Montoya e Rahal, provocou mais amarela. Hunter-Reay aproveitou para ir aos boxes, assim como Justin Wilson, Huertas e Hinchcliffe. Tony Kanaan, que acabou tocado no acidente entre Montoya eRahal, também parou.
Com as paradas dos líderes, Helinho assumiu a ponta, seguido por Charlie Kimball e Hawksworth. Pagenaud preferiu se juntar ao grupo de Hunter-Reay e Justin Wilson e também parou.

Helinho manteve a ponta na bandeira verde, faltando 25 voltas para o fim. Hawksworth permaneceu em terceiro, atrás de Kimball, mas quatro voltas depois, o inglês parou sob bandeira verde, caindo para a 13ª colocação. Faltando 13 voltas, foi a vez de Charlie Kimball parar e na volta seguinte Helinho foi para os boxes. Assim, Sebastien Bourdais assumiu a ponta, mas o francês parou na sequência.

Com a parada de Bourdais, Oriol Servia assumiu a ponta, seguido por Pagenaud, Hunter-Reay e Helinho. Dos quatro, o brasileiro era o único que tinha certeza que não precisaria mais parar. Os outros dependiam de uma bandeira amarela. A bandeira amarela não veio e Servia precisou parar. O espanhol ainda perdeu muito tempos nos boxes, caindo para a 12ª posição.

Pagenaud assumiu a ponta, com Hunter-Reay em segundo e Helio em terceiro. Helinho vinha em um ritmo bem mais forte, se aproximando do americano, mas o piloto da Andretti conseguiu manter a segunda posição até o final, com Pagenaud cruzando em primeiro e Helinho em terceiro.

INDY LIGTHS

Na Indy Lights, o brasileiro Luiz Razia conseguiu sua primeira vitória na categoria na prova deste sábado. O brasileiro largou na pole e liderou a prova toda, mas sempre pressionado pelo companheiro de equipe Jack Harvey. “Foi uma das corridas mais difíceis da minha vida. Jack tinha o melhor carro e realmente me pressionou, mas, com minha experiência, consegui permanecer na frente”, disse Razia, que cruzou a linha de chegada apenas 0.3170s na frete do companheiro de Schmidt.  

Classificação final da 4ª etapa da Indy:

1) Simon Pagenaud 82 voltas
2) Ryan Hunter-Reay 82 voltas
3) Helio Castroneves 82 voltas
4) Sebastien Bourdais 82 voltas
5) Charlie Kimball 82 voltas 
6) Ryan Briscoe 82 voltas 
7) Jack Hawksworth 82 voltas 
8) Will Power 82 voltas 
9) Takuma Sato 82 voltas 
10) Tony Kanaan 82 voltas 
11) Justin Wilson 82 voltas 
12) Oriol Servia 82 voltas 
13) Carlos Huertas 82 voltas 
14) Marco Andretti 82 voltas 
15) Scott Dixon 82 voltas 
16) Juan Pablo Montoya 81 voltas 
17) Josef Newgarden 80 voltas 
18) Martin Plowman  80 voltas 
19) Mike Conway 58 voltas 
20) James Hinchcliffe 56 voltas 
21) Graham Rahal 50 voltas 
22) Franck Montagny 47 voltas 
23) Sebastian Saavedra 0 volta 
24) Carlos Munoz  0 volta 
25) Mikhail Aleshin 0 volta  

Campeonato após 4 etapas:

1) Will Power, 149 pontos
2) Ryan Hunter-Reay, 148 pontos
3) Simon Pagenaud, 143 pontos
4) Hélio Castroneves, 102 pontos
5) Scott Dixon, 102 pontos
6) Mike Conway, 93 pontos
7) Marco Andretti, 89 pontos
8) Justin Wilson, 87 pontos
9) Tony Kanaan, 82 pontos
10) Sebastien Bourdais, 81 pontos
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias