Power: Para ser campeão, preciso que Dixon tenha um dia ruim

compartilhar
comentários
Power: Para ser campeão, preciso que Dixon tenha um dia ruim
Por: Tom Errington
9 de ago de 2018 14:43

O vencedor da Indy 500, Will Power, diz que precisa que o líder da IndyCar, Scott Dixon, vá mal em uma corrida se quiser conquistar o bicampeonato

Will Power, Team Penske Chevrolet with Borg-Warner Wreath
Will Power, Team Penske Chevrolet, Zachary Claman De Melo, Dale Coyne Racing Honda, crash
Will Power, Team Penske Chevrolet
Will Power, Team Penske Chevrolet
Will Power, Team Penske Chevrolet
Josef Newgarden, Team Penske Chevrolet and Will Power, Team Penske Chevrolet post-qualifying discussion

Will Power foi atingido pela falta de sorte quando bateu nos ovais de Phoenix e Texas e se chocou contra o muro dos boxes em Barber. Ele também perdeu terreno significativo na corrida de Road America quando o motor de seu Penske quebrou ainda nas primeiras voltas.

O campeão de 2014 ocupa a quarta posição no campeonato em virtude das vitórias no GP de Indianápolis e com o êxito na Indy 500, que o recompensou com o dobro de pontos. Mas está 87 pontos atrás do líder, Scott Dixon, com apenas quatro corridas faltando para terminar o campeonato, incluindo a prova final em Sonoma, que também terá pontuação dobrada.

Power admite que a diferença é intransponível a menos que Dixon sofra uma queda de desempenho, mas diz que a vantagem de 27 pontos de seu companheiro de equipe Josef Newgarden, terceiro colocado e de 41 pontos do segundo colocado, Alexander Rossi, os torna sua rivais mais próximos.

Leia também:

"Obviamente, Newgarden e Rossi são muito mais acessíveis. Mas precisamos que Dixon tenha uma corrida ruim, é simples assim.”

"É assim que vamos conseguir, ele teve um desempenho muito bom durante todo o ano, muito suave, muito consistente, só precisamos que ele tenha um dia ruim."

Power acrescentou que o dobro de pontos de Sonoma irão beneficiá-lo, e que ele precisará assumir riscos se quiser superar Dixon.

"Sim, [os pontos duplos] mudam absolutamente sua estratégia. Pontos duplos ajudam você se você está tão atrás como eu estou.”

"Obviamente, será muito agressivo com sua estratégia dependendo de como você se classificar. Você vai lá para tentar ganhar a corrida. Talvez você assuma uma estratégia de alto risco para fazer isso."

Next article
Brown: "Alonso está muito interessado na Indy"

Previous article

Brown: "Alonso está muito interessado na Indy"

Next article

Detroit renova acordo e mantém Indy em Belle Isle

Detroit renova acordo e mantém Indy em Belle Isle
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Pilotos Scott Dixon , Will Power , Alexander Rossi
Autor Tom Errington