Power tira Dixon da prova e Pagenaud vence em Baltimore

compartilhar
comentários
Power tira Dixon da prova e Pagenaud vence em Baltimore
Por: Guilherme Carvalho
1 de set de 2013 18:19

Em 9º, Helinho volta a somar mais pontos que seu principal rival na disputa pelo título. Newgarden e Bourdais fecharam o pódio

As ruas de Baltimore lembraram alguns dos piores dias do trânsito de São Paulo neste domingo. Em prova marcada por vários engarrafamentos, principalmente da segunda metade para o final, Simon Pagenaud conseguiu sua segunda vitória no ano, cruzando a linha de chegada quatro segundos à frente de Josef Newgarden. Sebastien Bourdais completou o pódio.

A etapa mais uma vez ajudou o brasileiro Helio Castroneves, que mesmo chegando na 9ª colocação, aumentou sua vantagem em relação a Scott Dixon. O neozelandês da Ganassi lutava pelos primeiros lugares, quando foi jogado para o muro pelo companheiro de Helinho na Penske, Will Power. Power acabou punido pelo acidente.

Outro adversário do brasileiro na luta pelo título, Ryan Hunter-Reay também abandonou. Já Tony Kanaan vinha em sexto, quando acertou o muro na última volta. Com o resultado, Helinho foi a 501 pontos e abriu 49 de vantagem para Dixon. Simon Pagenaud agora é o terceiro, com 431 pontos.

A 16ª etapa do campeonato da Indy começou já dando mostras de como a corrida seria. Logo na largada, o primeiro engarrafamento, que acabou atrapalhando o brasileiro Helio Castroneves, que a 21ª posição. Hunter-Reay também perdeu várias posições, indo para 19º. Na briga pela ponta, o pole Scott Dixon era superado por Will Power.

Após 10 voltas, Power mantinha aponta, com 1.5s de vantagem para Dixon. Em terceiro vinha Simon Pagenaud, seguido por Newgarden e Justin Wilson. Tony estava na 10ª posição. Três voltas depois, a quebra do carro de Luca Filipi causou uma bandeira amarela e vários pilotos foram aos boxes, entre eles, Helinho. Os líderes, no entanto, permaneceram na pista, assim como Tony, que ganhou uma posição.

A bandeira verde foi acionada apenas na 19ª volta e Will Power manteve a ponta, enquanto Dixon foi superado por Pagenaud. Kanaan também aproveitou para ganhar posições e ficou em 7º. Helinho era o 18º. O brasileiro preferia economizar os push-to-pass e ainda estava com os 10 a que tinha direito. Já Hunter-Reay, que ja havia utilizado 4 deles, escalava o grid e já estava em 10º.

Na volta 29 os primeiros colocados começaram a ir aos boxes para a primeira troca de pneus. Pagenaud que estava em segundo lugar, 7 segundos atrás de Power, foi o primeiro. Hunter-Reay também entrou na mesma volta. Assim como Tony, que antes de parar estava em sexto. Dixon fez sua parada na volta 30 e Power, uma volta depois. Assim, Bourdais assumiu a ponta, seguido por Tristan Vautier, Sebastian Saavedra e Helio Catroneves. Power voltou em 7º, com Dixon em 8º. Sebastien Bourdais parou na volta 40 e Vautier e Helinho também entraram na volta seguinte. Bourdais conseguiu ainda voltar na ponta, seguido por Power e Dixon.

Logo em seguida, Stefan Wilson acertou a barreira de pneus e novo Safety Car foi acionado. Durante a bandeira amarela, Hunter-Reay abandonou, com problemas no carro. A essa altura, Helinho era o 10º, duas posições à frente de Kanaan. Na relargada, Bourdais manteve a ponta, Dixon passou Power. Graham Rahal acabou acertando a traseira de Dixon e os dois rodaram. A pista ficou travada pelos dois carros e quem vinha atrás acabou se envolvendo no acidente. Entre eles, Helinho, que deixou o motor apagar. Dixon ainda conseguiu voltar rapidamente à pista, diminuindo seu prejuízo, ficando em quinto lugar. Nova bandeira amarela, com Bourdais na ponta, seguido por Rahal, Power, Servia e Scott Dixon. Helinho voltou em 17º, enquanto Tony permanecia em 12º.

A bandeira verde foi acionada na volta 52, mas na relargada novo acidente. Em manobra infeliz, Will Power fechou Scott Dixon e jogou o piloto da Ganassi no muro. Bom para o companheiro de Power na Penske, o brasileiro Helio Castroneves que se aproxima cada vez mais do título. Na disputa pela liderança da prova, Rahal assumia a ponta, ao passar Bourdais.

Na relargada Bourdais rodou na saída da curva 1. O francês conseguiu retornar ao trilho, mas causou novo engarrafamento e bandeira amarela. Ele e Rahal aproveitaram para parar nos boxes e Marco Andretti assumiu a ponta, com Tony Kanaan em segundo. Helinho já era o sexto.

Faltando 15 voltas para o final, Andretti manteve a ponta na relargada, seguido por Tony. Na volta seguinte, porém, o brasileiro foi ultrapassado por Simon Pagenaud. Lá atrás, mais um acidente e engarrafamento, envolvendo vários carros.

A relargada aconteceu a 8 voltas do final. Marco Andretti manteve a ponta, mas logo na volta seguinte foi superado por Pagenaud. Andretti e Kanaan perderam rendimento e foram superados por Newgarden, Bourdais e Justin Wilson. Simona também passou Tony a assumiu a sexta colocação. Os dois companheiros da KV ainda ganharam a posição de Marco, enquanto Helinho caía para a 11ª posição. Os três primeiros não tivaram problema em manter suas posições, mas um pouco mais atrás, o brasileiro Tony Kanaan acertou o muro, momentos antes de Pagenaud cruzar a linha de chegada em primeiro.

Resultado do GP de Baltimore

1º Simon Pagenaud (FRA/Schmidt Hamilton-Honda)
2º Josef Newgarden (EUA/Fisher Hartman-Honda)
3º Sebastien Bourdais (FRA/Dragon-Chevrolet)
4º Justin Wilson (ING/Dale Coyne-Honda)
5º Simona De Silvestro (SUI/KV-Chevrolet)
6º Charlie Kimball (EUA/Chip Ganassi-Honda)
7º James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Chevrolet)
8º Sebastian Saavedra (COL/Dragon-Chevrolet)
9º Helio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet)
10º Marco Andretti (EUA/Andretti-Chevrolet)
11º Tristan Vautier (FRA/Schmidt-Peterson Honda)
12º Oriol Servià (ESP/Panther-Chevrolet)
13º Ernesto Viso (VEN/Andretti-Chevrolet)
14º Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet)
15º Tony Kanaan (BRA/KV-Chevrolet)
16º Stefan Wilson (ING/Dale Coyne-Honda)
17º Graham Rahal (EUA/RLL-Honda)
18º Will Power (AUS/Penske-Chevrolet)
19º Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi-Honda)
20º Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Chevrolet)
21º Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi-Honda)
22º Luca Filippi (ITA/BHA-Honda)
23º James Jakes (ING/RLL-Honda)
24º Takuma Sato (JAP/A. J. Foyt-Honda)

Classificação do campeonato:

1) Helio Castroneves, 501 pontos
2) Scott Dixon, 452
3) Simon Pagenaud, 431
4) Marco Andretti, 430
5) Ryan Hunter-Reay, 427

Próxima IndyCar matéria
Dixon larga na frente em Baltimore, com Helinho em sétimo

Previous article

Dixon larga na frente em Baltimore, com Helinho em sétimo

Next article

Após "corrida maluca" Helinho fica mais perto do título

Após "corrida maluca" Helinho fica mais perto do título
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Autor Guilherme Carvalho
Tipo de matéria Últimas notícias