Rahal se frustra após toque que lhe tirou vitória em Barber

Piloto vê atitude displicente de Jack Hawksworth, mas assume maior parte da culpa após entrevero

O francês Simon Pagenaud conquistou sua segunda vitória seguida pela equipe Penske neste último domingo no GP do Alabama. Mas isso só foi possível graças a um incidente entre Graham Rahal e o retardatário Jack Hawksworth, que danificou a asa dianteira do americano.

A asa já havia sido danificada em outro contato voltas antes, quando o piloto Simon Pagenaud, que liderava a prova, acabou fechando o carro de Rahal quando o americano tentava ultrapassá-lo.

Rahal disse ao Motorsport.com: "foi uma oportunidade que tive de aproveitar, e quem sabe quando você vai ter outra oportunidade desta? Simon me bloqueou, por isso senti ainda mais que deveria enfiar o bico ali dentro lá. Eu não sou um cara que fica feliz em ser empurrado. Você me empurra, eu vou te empurrar depois.”

"Se você for olhar por cima, vai ver que ele vai pela diagonal indo para a curva antes do traçado normal. Freei e fui para a direita para tentar evitá-lo, por isso apenas a minha asa foi avariada. Se eu tivesse ficado no acelerador e freado onde eu normalmente frearia, ainda nos tocaríamos. É difícil dizer o que teria acontecido.”

"De qualquer forma, diria que foi um incidente de corrida. Estou frustrado comigo mesmo. Deveríamos ter vencido a corrida."

Toque em Hawksworth

Na sequência da decisão dos comissários de não penalizá-lo, Rahal acredita que poderia ter segurado a liderança apesar de Pagenaud estar atacado. Ele disse que o toque em Jack Hawksworth, que arrancou o flap de sua asa dianteira, permitiu ao piloto da Penske passa-lo novamente.

Ele disse: "quando Hawksworth desacelerou na curva 5, ele estava do lado de fora, então eu mergulhei porque eu podia vê-lo começando a desacelerar na entrada, que não é o melhor lugar para deixar os líderes passarem. O melhor é deixar alguém passar antes da curva, não quando você está nela.”

"Fui para dentro e Pagenaud foi para o lado de fora, mas como estávamos saindo da curva, ele foi para a esquerda e me pegou completamente desprevenido.”

"Honestamente, o erro foi meu. Estou chateado.”

"Com a asa quebrada, era difícil manter o carro na pista depois. Sem a asa caindo aos pedaços, nós teríamos ganhado."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Evento Birmingham
Pista Barber Motorsports Park
Pilotos Graham Rahal
Equipes Rahal Letterman Lanigan Racing
Tipo de artigo Últimas notícias