Retorno da McLaren para Indy “parece favorável” diz CEO

compartilhar
comentários
Retorno da McLaren para Indy “parece favorável” diz CEO
David Malsher
Por: David Malsher
Co-autor: Adam Cooper
12 de jun de 2018 21:34

Zak Brown admitiu que decisão de devolver a marca à Indy em 2019 é favorável, mas que ainda faltam alguns passos  

Zak Brown, McLaren CEO, Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda
Johnny Rutherford
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda, with former McLaren Indy 500 winner Johnny Rutherford
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda
Johnny Rutherford, McLaren M16, and Mario Andretti, McLaren M24
Johnny Rutherford, McLaren M16, and Mario Andretti, McLaren M24
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda during pace laps
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda holds his version of the milk after retiring from the race
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda, Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda and the rest of the field wait during a red flag period
Zak Brown, Executive Director, McLaren Technology Group

Zak Brown compareceu à etapa da Indy em Belle Isle há 10 dias, juntamente com Eric Boullier e Gil de Ferran. O bicampeão da CART e vencedor da Indy 500 de 2003 atuou como conselheiro de Fernando Alonso na estreia do espanhol na Indy em 2017, e foi nomeado pela McLaren como consultor na Fórmula 1.

Os rumores do retorno da McLaren em tempo integral ou parcial para a Indy também aumentaram quando, além de se reunirem com os proprietários de equipes, Brown e Boullier foram vistos com o CEO da Sprint, Michel Combes. O patrocínio da Sprint não causaria conflito de interesses na Indy em 2019, já que este é o último ano em que a marca rival, Verizon, patrocina a série.

Michael Andretti, proprietário da Andretti Autosport, também participou do GP do Canadá como convidado da McLaren.

Brown disse: "Estamos considerando seriamente a Indy, estamos fazendo um estudo há algum tempo.”

“Como dito antes, se quisermos entrar em outras formas nas quais a McLaren tem uma grande história, precisamos fazer isso de uma forma que, antes de tudo, não comprometa nossas atividades na Fórmula 1.”

“Isso precisa ser comercialmente viável, algo em que acreditamos poder ser competitivo e que se encaixe em nossa marca.”

"Ainda não terminamos com nosso estudo, mas parece favorável. Então, tomaremos uma decisão para nos prepararmos para 2019 nos próximos meses, e se tivermos certeza de que podemos suprir todas as necessidades, isso é algo que provavelmente seguiremos em frente. Mas ainda não terminamos a jornada.”

Sobre a possibilidade de Alonso mudar para a Indy em 2019, Brown disse: “Estamos conversando com Fernando. Foi nessa época do ano passado que começamos a conversar.”

"Ele está fazendo a F1 há muito tempo, acho que está gostando de guiar tanto quanto já esteve." Acho que ele está melhor do que nunca. Ele está um pouco frustrado com a F1 sendo mais um campeonato de construtores do que um campeonato de pilotos. Ele adora a F1, adora o WEC [com a Toyota], as 24 Horas de Daytona, portanto esperamos que mantenhamos Fernando no ambiente da McLaren de alguma forma.”

"Eu realmente não quero falar sobre as conversas que estamos tendo com ele, além do que eu tenho falado. Mas acho que toda vez que ele vê um carro vencedor na frente dele, ele vai querer guiar, não importa o que seja. Nós não entramos nesse nível de detalhes.”

Brown enfatizou que, apesar da recente e mal sucedida parceria da McLaren com a Honda na F1, ele não favoreceria os motores Chevrolet na Indy, se a McLaren entrará na série como uma equipe independente ou se formará uma aliança com um time existente.

"Há dois excelentes fabricantes na Indy", disse ele, "Adoraríamos correr novamente com a Honda. Eles têm ótimos motores, vencem muitas corridas, então não hesitaríamos em correr com a Honda se essa for a direção a seguir. Conversamos com os dois nesse nosso processo de explorar o que podemos fazer."

O porta-voz da McLaren, Tim Bampton, disse ao Motorsport.com: “Se tomarmos a decisão de entrar, é realmente sobre a estratégia a longo prazo, por isso não está alinhado com nenhum piloto em particular. Há muita especulação sobre Fernando, mas se formos para a Indy não é apenas para dar algo a Fernando. É porque consideramos isso valioso para os negócios da McLaren.”

Bampton também enfatizou o ponto de Brown na decisão do fabricante do motor.

"Consideraríamos qualquer um deles igualmente se estivermos de forma independente", disse ele. “Obviamente, uma parceria com uma equipe existente nos levaria a um fabricante.”

Relatos adicionais por Edd Straw

 

Next article
Dixon vence etapa do Texas da Indy; Kanaan e Leist abandonam

Previous article

Dixon vence etapa do Texas da Indy; Kanaan e Leist abandonam

Next article

Carro da Indy de 2019 deve ser definido até agosto

Carro da Indy de 2019 deve ser definido até agosto
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Pilotos Fernando Alonso Shop Now
Equipes McLaren Shop Now , Andretti Autosport
Autor David Malsher