Ryan Hunter-Reay destaca falta de bandeiras amarelas como trunfo para vitória

Piloto da Andretti comemora triunfo em fim de semana de dia dos pais com filho e mulher em Milwaukee

Ryan Hunter-Reay em Milwaukee

O norte-americano Ryan Hunter-Reay voltou a vencer na temporada 2013. O local foi simbólico. Milwaukee foi a pista que marcou o início da escalada do piloto para o título da Indy no ano passado, já que após ganhar a prova no oval de Wisconsin, venceu as duas corridas seguintes e foi para a liderança do campeonato.

Neste ano, o piloto do carro #1 destacou a falta de bandeiras amarelas como principal trunfo para ganhar.

“Isso foi ótimo para nós, sim. Toda vez que a amarela saia, não era bom para nós. Eu queria correr o máximo que podia. Quando os pneus novos desgastaram, acho que fomos o melhor carro da pista”, definiu.

“Eu realmente queria ter ido em bandeira verde mais do que fomos. Mas amarelas acontecem. É feito para algumas as corridas serem emocionantes. Hoje preferi correr no tráfego. Eu queria ser capaz de voltar e pegar trânsito. Conseguia abrir vantagem e chegar se precisasse. Isso foi fundamental para o nosso dia.”

O americano também comemorou passar o dia dos pais com a mulher, Beccy Gordon, irmã do ex-piloto Robby Gordon, e do filho do casal, com seis meses de idade.

“Barber [sua primeira vitória no ano] foi uma das corridas que Beccy e nosso filho não vieram. Eu me senti mal porque não tínhamos as fotos dele no Victory Lane. Isso é ainda melhor. Fazê-lo no dia dos pais, ganhar seguido em Milwaukee. Você é tão bom quanto o time pelo qual você está cercado, o carro que você guia.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias