Sato joga vitória fora e reclama de manobra de Franchitti

"Ele não me deu espaço suficiente. Estava muito dentro da faixa branca, quase na grama", comentou o japonês

Takuma Sato

Takuma Sato teve sua maior chance de fazer história no automobilismo neste domingo, mas jogou tudo para fora quando restavam quatro curvas para o final das 500 Milhas.

O japonês, que possuia um carro mais rápido que o do líder Dario Franchitti no momento do choque, não aguentou esperar e se colocou na linha de dentro, com o escocês não dando chance.
 
"Estava indo para a vitória. Relarguei em sétimo, passei para quinto, estava subindo, e, quando estava em uma boa disputa com Dario, lado a lado, vi uma oportunidade por dentro na curva 1 e mergulhei", lamentou o japonês, que reclamou da atitude de Dario.
 
"Ele não me deu espaço suficiente. Estava muito dentro da faixa branca, quase na grande. Achei que passaria e que conseguiria. Estou decepcionado. Era a última volta e estava por dentro. Ele não se mexeu e não tive para onde ir", completa.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias