Vice da Indy, Rossi se diz satisfeito com “2018 incrível”

compartilhar
comentários
Vice da Indy, Rossi se diz satisfeito com “2018 incrível”
David Malsher
Por: David Malsher
17 de set de 2018 13:42

Piloto norte-americano lamenta enrosco na primeira volta em Sonoma, mas se anima com bons resultados da temporada

Alexander Rossi mostrou-se contente com sua temporada, apesar de perder o campeonato da IndyCar deste ano em Sonoma neste último domingo. O norte-americano acabou sendo o vice-campeão em sua terceira temporada.

O piloto da Andretti Autosport-Honda conquistou três vitórias e três pole positions, mas ficou com 57 pontos a menos que o total do campeão Scott Dixon, depois de sofrer um dano na primeira volta da decisão do título em Sonoma. Ele voltou ao top-5, mas ficou em sétimo após Sebastien Bourdais passa-lo na última volta.

“Foi uma pena, porque acho que começamos bem. Dois carros foram para o mesmo pedaço da pista”, disse ele sobre o toque com o companheiro de equipe Marco Andretti na largada.

“No final do dia, a equipe fez um trabalho incrível. Teve um ponto em que poderíamos pelo menos estar em disputa se algo acontecesse a Scott. Você sabe, não aconteceu.”

“Eu sabia que provavelmente era um tiro de 1% para fazer qualquer coisa no final do dia. Eu apenas tentei atacá-lo, subir tantas posições quantas pudéssemos. Se Scott tivesse algum tipo de falha ou algo assim, ainda precisávamos estar em sexto ou sétimo. Esse foi o objetivo.”

“Uma vez que fizemos os últimos pit stops, nós escolhemos entrar mais cedo do que todos os outros na esperança de que houvesse uma bandeira amarela, e que isso nos colocaria na frente. Mas ela não veio. Mas cobrimos isso caso isso acontecesse, o que era a coisa certa a fazer. Quando não vi a bandeira amarela, sabia que o dia havia terminado.”

O vencedor da edição de 2016 da Indy 500, que adicionou Watkins Glen 2017 à sua conta antes deste ano, acrescentou: “eu acho que foi um ótimo 2018, e algo que todos nós podemos ter muito orgulho na Andretti. Obviamente, ter três carros entre os oito primeiros nos pontos é incrível. Uma grande melhoria de onde estivemos no passado. Ryan estava em um planeta diferente hoje. Realmente um bom ano para o time, especialmente na segunda metade. Nós vamos pegar os pontos positivos e tentar melhorar os negativos e ver onde podemos terminar no próximo ano”.

Rossi, que venceu em Long Beach, Mid-Ohio e Pocono neste ano, acrescentou: “acho que demos um grande passo à frente nos circuitos mistos permanentes. Quero dizer, nós estávamos em primeiro e segundo em Portland quando tivemos aquela bandeira amarela. Ryan estava em uma posição realmente boa para ganhar, e meio que foi tirado dela. Ele estava no pole neste fim de semana também”.

“Eu acho que os carros têm sido muito fortes desde o primeiro dia, mas mais ainda de Mid-Ohio em diante. Nós definitivamente encontramos algo. Fomos capazes de levar isso adiante. Tem sido um progresso quantificável e repetitivo. Isso é um testemunho enorme do esforço que a equipe faz.”

"Eu tenho toda a expectativa de que eles vão continuar este processo de desenvolvimento neste período sem corridas, e vamos voltar em 2019 com um passo maior à frente."

Próxima IndyCar matéria
Dixon é segundo em Sonoma e fatura pentacampeonato da Indy

Previous article

Dixon é segundo em Sonoma e fatura pentacampeonato da Indy

Next article

Dixon: “coragem” e “trabalho duro” deram título em 2018

Dixon: “coragem” e “trabalho duro” deram título em 2018
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Pilotos Alexander Rossi
Autor David Malsher
Tipo de matéria Últimas notícias