Massa trabalha para acabar com “efeito Verstappen” no kart

compartilhar
comentários
Massa trabalha para acabar com “efeito Verstappen” no kart
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
Co-autor: James Allen
5 de jun de 2018 12:33

Presidente da Comissão Internacional de Kart da FIA, piloto brasileiro acha “errado” pilotos jovens terem pressa na carreira

Mick Betsch
Felipe Massa
Rob Smedley, Williams Head of Vehicle Performance and Felipe Massa, on the grid
Felipe Massa, Venturi Formula E Team
Felipe Massa pays a visit to his former team Williams
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14
Felipe Massa
Stoffel Vandoorne, McLaren, Max Verstappen, Red Bull Racing, and Brendon Hartley, Toro Rosso
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33, leads Max Verstappen, Red Bull Racing RB14

Desde que se afastou da Fórmula 1 no final do ano passado, Felipe Massa assumiu o cargo de presidente da Comissão Internacional de Kart da FIA.

Falando sobre seus planos durante a Conferência Esportiva da FIA nas Filipinas, nesta terça-feira, o brasileiro disse que quer uma estrutura internacional mais simplificada e uma mudança de mentalidade para que os jovens não sejam levados aos monopostos rápido demais.

"Acho que minha filosofia é, antes de mais nada, tentar tornar as coisas um pouco mais simples", explicou Massa.

"Quero tentar juntar todas as ASNs (Associações Nacionais de Automobilismo) para tentar simplificar as coisas – porque agora temos muitas categorias diferentes e muitos motores diferentes.”

"Em um país como o Brasil, por exemplo, com os mesmos motores e as mesmas categorias que temos aqui (na Ásia), preparamos os pilotos quando eles vão para a Europa, assim eles estarão guiando com o mesmo motor e o mesmo material que eles estarão usando em diferentes países.”

"Na minha opinião, sempre foi um pouco difícil entender por que existem tantas coisas diferentes no kart. Eu quero dar esta mensagem para todos das ASNs. Precisamos estar juntos, ser muito próximos e tornar as coisas mais fáceis do que são."

Efeito Verstappen

Além de querer criar uma estrutura melhor para o kart, Massa quer aumentar a conscientização nas várias categorias para impedir que os jovens sejam levados às pressas para os monopostos antes de estarem prontos.

Massa diz que a rápida ascensão de Max Verstappen à F1, apenas aos 17 anos, levou a uma corrida de garotos aos monopostos. Ele acha que muitos teriam se desenvolvido melhor se ficassem por mais tempo no kart.

"O kart é, na minha experiência, a melhor categoria para se comparar a F1", disse ele.

"Quando você dirige, é o mais semelhante em termos de sensação do piloto, reação, velocidade, força-G e frenagem para a F1. Definitivamente, o kart é muito importante para preparar os pilotos do jeito certo.”

"Nós vemos tantos pilotos agora com a mentalidade de que eles precisam ir o mais rápido que podem para os fórmulas. Isso é errado. Eu acho que você precisa ir quando estiver pronto. Você precisa estar pronto para mudar de categoria quando estiver 100% pronto em termos de experiência.”

"Nós vemos tantos pilotos de 14 anos de idade, 15 anos já pensando em monopostos. Precisamos mostrar também para os pilotos, até mesmo para os pais, que você tem o tempo certo para mudar.”

"Vimos Max Verstappen mudar um pouco a mentalidade de tantos pais depois de iniciar a F1 aos 17 anos de idade. Mas acho que você precisa se mudar na hora certa e precisa se preparar na hora certa.”

"Quando você mudar de categoria, você estará muito mais preparado para ganhar de imediato – o que realmente lhe dará a possibilidade de chegar o mais rápido possível à F1."

Próxima Kart matéria

Next article

Como uma piloto de 11 anos é exemplo de superação

Como uma piloto de 11 anos é exemplo de superação

Sobre esta matéria

Categoria Kart
Pilotos Felipe Massa
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias