Mundial de Kart chega a Bélgica com três brasileiros

compartilhar
comentários
Mundial de Kart chega a Bélgica com três brasileiros
6 de set de 2018 18:09

Gaetano di Mauro é o único brasileiro na categoria KZ2 e Ricardo Garcia Filho e Guilherme Figueiredo disputam a Academy

O Kartódromo de Genk, na Bélgica, recebe no fim de semana, a terceira e decisiva etapa do Campeonato Mundial de Kart e o Brasil terá três representantes na pista de 1.360 metros de extensão, um na categoria KZ2, para karts com marcha e dois na Academy.

Tetracampeão brasileiro de kart na categoria Shifter, vice-campeão Brasileiro de Turismo e segundo colocado no campeonato da Porsche Carrera Cup 3.8, o paulista Gaetano di Mauro é o único brasileiro entre os 105 pilotos inscritos na KZ2, que começa nesta sexta-feira.

“Vai ser uma experiência inédita. Nunca fiz o Mundial da CIK-FIA, que é o maior campeonato que existe. Fizemos uns dias de teste na Itália para tentar colocar tudo no máximo. Vou concorrer contra adversários que trabalham o ano inteiro desenvolvendo seus equipamentos e eu venho para esta prova apenas, então o desafio é bem grande e animador. Tenho certeza que vai ser um belo campeonato, estou 100% focado e quero ter um bom desempenho ao longo da semana”, disse Di Mauro.

Leia também:

Ricardo Garcia Filho e Guilherme Figueiredo são os representantes do Brasil na Academy. Após um bom início de temporada na etapa de Salbris, na França, e de ter conquistado uma vitória em uma das baterias classificatórias e a segunda colocação geral no pódio em Lonato, na Itália, Figueiredo chega na reta final da sua primeira temporada europeia com grandes expectativas.

“A expectativa para esta última etapa do Academy é muito boa, pois estamos no sexto lugar da classificação, que é uma posição muito boa para meu primeiro ano de Europa. Então, vou trabalhar bastante para aprender a pista rápido e conseguir uma boa constância para ficar entre os três primeiros e subir no pódio novamente, buscando ficar entre os cinco primeiros no ranking geral do campeonato”, disse o sergipano de 13 anos.

“Tem sido um ano de muita evolução, e esse seria um resultado importante para coroar minha participação como representante brasileiro no Troféu Academy da FIA, mas vou tentar terminar numa posição ainda melhor”, concluiu.

Campeão brasileiro da categoria Júnior Menor em 2017, Ricardo Gracia destaca o alto nível da competição que vai enfrentar na Bélgica, mas acredita que tem condições de terminar entre os dez melhores do grupo de quase 50 pilotos.

“Aqui é tudo novo para mim. O kart é diferente e os pneus também. As pistas são difíceis, o asfalto é muito emborrachado, enfim, a adaptação a essas características é o maior desafio. Tenho condições de buscar esse resultado. Treinei muito no simulador, já tenho uma boa ideia de como é a pista e desde a última etapa consegui entender bem os pneus. Vou atrás desse resultado.”

Próxima Kart matéria
500 Milhas de Kart acontecerá no dia 2 de dezembro

Previous article

500 Milhas de Kart acontecerá no dia 2 de dezembro

Next article

Brasileiros vão bem ao término de Troféu Academy de kart

Brasileiros vão bem ao término de Troféu Academy de kart
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Kart
Tipo de matéria Últimas notícias