Após desclassificação, André Negrão herda vitória em Le Mans

compartilhar
comentários
Após desclassificação, André Negrão herda vitória em Le Mans
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
18 de jun de 2018 19:48

Equipe G-Drive Racing foi destituída da sua vitória nas 24 Horas de Le Mans pela utilização de dispositivo ilegal para acelerar paradas para reabastecimento

#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne
#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne
#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne
#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne, takes the checkered flag and finishes 1st in the LMP2 category
#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne

O G-Drive da TDS Racing número #26, guiado por Roman Rusinov, Jean-Eric Vergne e Andrea Pizzitola, chegou à frente pela classe LMP2 das 24 Horas de Le Mans, com desempenho impecável.

No entanto, foi verificado posteriormente pelos comissários técnicos que o time russo havia utilizado uma peça ilegal em sua plataforma de reabastecimento, a fim de acelerar seus pit stops e, com isso, foi excluído dos resultados.

Isso significa que o carro #36 Signatech Alpine Oreca de Nicolas Lapierre, André Negrão e Pierre Thiriet herdou a vitória, com o #39 Graff-SO24 compartilhado por Vincent Capillaire, Jonathan Hirschi e Tristan Gommendy subindo para o segundo lugar.

Um boletim dos comissários emitido na noite desta segunda-feira dizia: "Os comissários técnicos emitiram um relato dizendo que 'uma peça adicional que não aparece no desenho foi inserida no restritor de fluxo, mudando a superfície restrita descrita pelo desenho do regulador'.”

"Os analistas técnicos forneceram aos comissários fotos do restritor, da parte referenciada e de sua montagem para a válvula.”

"A parte contestada é uma peça que se estende da válvula e se insere dentro do cone do limitador de vazão.”

"Os técnicos declararam aos comissários que iniciaram a investigação do sistema de reabastecimento do concorrente após a corrida, quando perceberam que eles conseguiam reabastecer significativamente mais rápido do que qualquer outro."

A ofensiva também se aplica ao carro #28 da TDS Racing que perdeu por pouco o pódio nas mãos de Loic Duval, Matthieu Vaxiviere e Francois Perrodo.

Consequentemente, a Ligier #32 de Juan Pablo Montoya da United Autosports, Will Owen e Hugo de Sadeleer estão promovidos ao último lugar do pódio da LMP2.

Next article
Toyota lamenta ausência de Porsche e Audi em Le Mans

Previous article

Toyota lamenta ausência de Porsche e Audi em Le Mans

Next article

Vitória de Alonso nas 24 Horas implode Le Mans

Vitória de Alonso nas 24 Horas implode Le Mans
Load comments