Após desclassificação, André Negrão herda vitória em Le Mans

compartilhar
comentários
Após desclassificação, André Negrão herda vitória em Le Mans
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
18 de jun de 2018 19:48

Equipe G-Drive Racing foi destituída da sua vitória nas 24 Horas de Le Mans pela utilização de dispositivo ilegal para acelerar paradas para reabastecimento

#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne
#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne
#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne
#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne, takes the checkered flag and finishes 1st in the LMP2 category
#26 G-Drive Racing Oreca 07 Gibson: Roman Rusinov, Andrea Pizzitola, Jean-Eric Vergne

O G-Drive da TDS Racing número #26, guiado por Roman Rusinov, Jean-Eric Vergne e Andrea Pizzitola, chegou à frente pela classe LMP2 das 24 Horas de Le Mans, com desempenho impecável.

No entanto, foi verificado posteriormente pelos comissários técnicos que o time russo havia utilizado uma peça ilegal em sua plataforma de reabastecimento, a fim de acelerar seus pit stops e, com isso, foi excluído dos resultados.

Isso significa que o carro #36 Signatech Alpine Oreca de Nicolas Lapierre, André Negrão e Pierre Thiriet herdou a vitória, com o #39 Graff-SO24 compartilhado por Vincent Capillaire, Jonathan Hirschi e Tristan Gommendy subindo para o segundo lugar.

Um boletim dos comissários emitido na noite desta segunda-feira dizia: "Os comissários técnicos emitiram um relato dizendo que 'uma peça adicional que não aparece no desenho foi inserida no restritor de fluxo, mudando a superfície restrita descrita pelo desenho do regulador'.”

"Os analistas técnicos forneceram aos comissários fotos do restritor, da parte referenciada e de sua montagem para a válvula.”

"A parte contestada é uma peça que se estende da válvula e se insere dentro do cone do limitador de vazão.”

"Os técnicos declararam aos comissários que iniciaram a investigação do sistema de reabastecimento do concorrente após a corrida, quando perceberam que eles conseguiam reabastecer significativamente mais rápido do que qualquer outro."

A ofensiva também se aplica ao carro #28 da TDS Racing que perdeu por pouco o pódio nas mãos de Loic Duval, Matthieu Vaxiviere e Francois Perrodo.

Consequentemente, a Ligier #32 de Juan Pablo Montoya da United Autosports, Will Owen e Hugo de Sadeleer estão promovidos ao último lugar do pódio da LMP2.

Próxima Le Mans matéria
Vitória de Alonso nas 24 Horas implode Le Mans

Previous article

Vitória de Alonso nas 24 Horas implode Le Mans

Next article

Toyota lamenta ausência de Porsche e Audi em Le Mans

Toyota lamenta ausência de Porsche e Audi em Le Mans